Livros e Chocolate Quente


Livros e Chocolate Quente


Resenha - Irmãos de Sangue

Posted: 09 Apr 2017 08:00 PM PDT

Irmãos de Sangue
Trilogia A Sina dos Sete # 1

Autora: Julia Quinn

Editora: Arqueiro

Gênero: Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Páginas:288

Sinopse: Skoob



Avaliação:





Olha eu aqui novamente! Oie!

Agora vão me ver muito por aqui já que faço parte oficial da equipe, então preparem os forninhos que trarei muitas impressões de leituras para compartilhar com vocês! 
Bom.. Tenho uma relação estranha com Nora Roberts - Literalmente amor e ódio. Alguns livros lidos amei! Outros.. Urgh! Detestei demais da conta! 
Mas não desisto nunca, sou brasileira! rsrs E que bom por isso, pois tive oportunidade de ler Irmãos de Sangue e curti demais!
Eu curto a escrita da autora, mas algumas vezes acho que ela enrola demais; se é que me entendem?!
A autora tem uma escrita que geralmente é impactante quando amamos e logo de cara neste livro ela me ganhou completamente! Irmãos de Sangue traz três amigos Caleb, Fox e Gage. Uma curiosidade que vai além dessa amizade é que todos três nasceram no mesmo dia , mês e ano; estranho ou mera coincidência? 

Os três são meninos bem diferentes, apesar de terem esses fatos em comum. Caleb vem de classe média, enquanto Fox é filho de Hippies e Gage de um bêbado; não sabemos de começo o que os une,  mas  eles se tornam grande amigos. Como forma de desafiar os pais e a magia; no aniversário de dez anos eles vão para a floresta no intuito de acampar e desafiar limites como ver revistas impróprias para a idade, fumar, beber entre outros. Cada qual com seus desejos, personalidade e manias distintas. O trio resolve praticar um ritual, por assim dizer, um ritual de sangue que iria marcar os próximos anos de suas vidas e isso não envolve apenas o plano terreno, pois parece que algo maligno foi solto durante o pacto do trio.

Esse ser maligno atormenta a cidade de Hawkins de sete em sete anos, transformando paz e tranquilidade em caos e devastação. As pessoas surtam nesse período e parecem estar possuídas, além de mortes, entre outros. Os meninos percebem, claro que tentam a todo custo conter o mal que liberaram sem conseguir êxito. Mais tarde, quando adultos as coisas pode ser que mudem, pois Quinn uma jornalista paranormal aparece na cidade no intuito de colher informações sobre as coisas estranhas ocorridas por ali e logo um dos meninos, adulto agora, percebe que a jovem não é comum e consegue ver o demônio entre outros. Outras coisas estranhas continuam a acontecer como o aparecimento de Layla na cidade; ela simplesmente larga sua vida em Nova York e também temos mai uma moça a Cybil, amiga de Quinn que pode trazer as explicações necessárias "ao encontro" desse grupo. 

A história, como sempre (característica da autora) é muito bem ambientada fazendo com que o leitor se sinta "dentro" do enredo, tudo é narrado em terceira pessoa de maneira clara e fluída e o enredo promete muita ação e mistério. 

Eu curti a leitura e recomendo.


Literatura Nacional, Vamos Conhecer?

Posted: 09 Apr 2017 05:00 AM PDT





Olá , tudo bem com você?

Hoje é dia de conhecer mais um livro nacional :  



"Vidas Roubadas" 




Joana Prates torna-se uma revelação no mundo da moda ao desenhar e costurar vestidos de presidiárias para um desfile na cadeia, onde fora presa injustamente aos 33 anos. Acusada de sequestrar um bebê, após uma armadilha plantada pela irmã mais velha, ela encontra a consagração ao sair da penitenciária, mas precisa lidar com os fantasmas do passado e traumas causados pela sua conturbada família. 

O reconhecimento profissional traz inúmeras entrevistas onde ela é obrigada a explicar os motivos que a levaram à prisão. Durante seu primeiro desfile, ela conhece Alexia Soares, uma respeitada jornalista do jornal Diário Mundial. A repórter foi obrigada por sua editora-chefe a abandonar o jornalismo investigativo ao iniciar uma intrigante e terrível investigação sobre tráfico de bebês, que causou riscos a própria vida.

Obrigada a entrevistar Joana, Alexia descobre elos entre a injusta prisão da estilista, a matéria que estava investigando e a promessa feita a sua mãe, que nunca conseguira cumprir, de encontrar a irmã desaparecida.

Para limpar sua honra, Joana aceita ajudar Alexia a concluir a reportagem para desbaratar a perigosa quadrilha e mergulham em um mundo onde verdades que ambas nunca pensariam ter que enfrentar são reveladas.

 Confira agora o bate papo com a autora:


Nome: Ana Cláudia Esquiávo

Idade: 35

Cidade Onde Mora: Rio de Janeiro

Como surgiu a ideia de escrever "Vidas Roubadas"?
 Queria escrever sobre tráfico infantil e como sou jornalista eu criei a repórter Alexia, que sofreu ameaças de morte quando investigou uma quadrilha. Infelizmente, isso acontece muito com os colegas jornalistas.

Sempre quis seguir a linha investigativa e quando criei a história da estilista Joana, que é um belo exemplo de superação pensei: por que não cruzar a histórias delas? Por isso, ela foi vitima do tráfico humano por dois motivos: ao cair na armadilha de ser acusada pelo roubo de um bebê; crime esse que ela não cometeu. O outro motivo não posso contar para não dar spoiler
 ( risos)

Quanto tempo demorou para a história ficar pronta?
 Seis meses.

O que o leitor pode esperar de "Vidas Roubadas" ?
As pessoas saberão as dores e consequências deste crime tão bárbaro. Tráfico humano causa danos irreversíveis tanto na criança traficada quanto na mãe que perde um filho por ter sido roubado.
É uma história investigativa com muita ação, suspense, um pouco de romance. Abordo também  as adoções mal sucedidas e mostro também um problema muito atual através da antagonista Bruna, cuja mãe sempre passou a mão pela cabeça e acabou se transformando em uma pessoa sem caráter nenhum.

"Vidas Roubadas"  tem chances de virar uma série?
Eu poderia detalhar mais a história da Joana, seu relacionamento com a família, a rejeição da mãe, os conflitos com a irmã até ela ser presa injustamente. A Alexia teve uma trajetória muito rica até se transformar em uma grande jornalista. Confesso que não pensei nessa possibilidade, pois sairia da linha policial, mas pode ser uma ideia, quem sabe...

Você tem algum autor ou autora ou livro preferido que de alguma maneira te inspirou a escrever "Vidas Roubadas" ?
Sempre gostei muito de suspense e investigação. A minha grande inspiração foi o primeiro autor que li: Sidney Sheldon.

Se "Vidas Roubadas" pudesse ter uma trilha sonora qual música você escolheria?Acho que a música titanium na voz da Madilyn Bailey (que é a versão mais lenta).  Ela sintetiza bem a história das suas que sofrem ameaças, apanham da vida, mas sempre conseguem se levantar)

 
Você segue carreira apenas como escritora ou tem outra profissão?
Sou jornalista, atualmente trabalho no departamento de marketing em uma empresa de atividades físicas. A literatura é minha grande paixão e confesso que amaria viver só dos livros.
 
Deixe uma mensagem para nossos leitores:
 Espero que vocês se emocionem, curtam e vivam todas as emoções que eu tive quando escrevi Vidas Roubadas. Vocês lerão uma história de superação com a personagem Joana; uma pessoa que saiu literalmente do poço e conseguiu se reerguer sem perder a sua essência. Relatarei um crime que infelizmente é mais real do que muitas pessoas imaginam e espero ajudar muitas pessoas que passam ou passaram por essa situação.


Quem estiver interessado em ler o seu livro onde pode comprar?
O livro está disponível na Amazon ( gratuito para quem é assinante do Kindle) e no site da editora Multifoco : Http://editoramultifoco.com.br/loja/product/vidas-roubadas/


Espero que você tenha gostado de conhecer mais uma autora nacional, e aproveitando o espaço gostaria de te dar uma dica muito legal para quem deseja compra livro nacional ou internacional com um preço mais em conta é usar os cupons de desconto no site Cupom Válido . 


Beijos 


Até mais!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge