Devorador de Letras


Devorador de Letras


A Chave de Rebecca - Ken Follett - Editora Arqueiro!

Posted: 20 Apr 2017 01:11 PM PDT






A história se passa na Segunda Guerra Mundial no norte da África, no Cairo, onde existe uma rede de espiões em que soldados do exército inglês procuram ter uma posição dominante contra o exército alemão.Alex Wolff deve se infiltrar no Cairo, território inglês, através do deserto imenso, hostil e ardente do Saara e está encarregado em descobrir os planos britânicos, além de fornecer e transmitir informações a Rommelusando um código cuja chave está escondida nas páginas de Rebecca, o famoso romance de Daphne duMaurier, mas o Major Vandam tentará impedi-lo, William Vandam é o chefe de segurança dos Serviços Secretos Britânicos no Cairo, que vai a todo custo tentar capturar Alex Wolff.

Para capturar Alex Wolff, William Vandamconta com a ajuda da encantadora Elene Fontana, uma jovem judia e egípcia que está ansiosa para ter uma nova vida na Palestina e que concorda fingir ser uma funcionária no supermercado favorito de Alex, tentando seduzi-lo para que Vandam o capture, mas não será nada fácil seduzir Alex Wolff, pois ele é completamente dedicado à sua missão, impulsionado por uma curiosa mistura de nacionalismo alemão, patriotismo egípcio e uma ambição pessoal esmagadora.
A história é narrada em terceira pessoa, pelo ponto de vista dos dois protagonistas principais, ora acompanhamos as artimanhas de um sedutor e galã espião alemão, Alex Wolff, ora acompanhamos a perseguição do major William Vandam.
Mais uma vez o autor Ken Follett nos presenteia com uma trama incrível, cheia de perseguições, suspense e reviravoltas, claro que um romance acaba surgindo para diminuir ou aumentar a tensão, não sei, mas a cada novo capítulo temos uma surpresa, existem diversos personagens secundários que contribuem muito para a trama, deixando-a ainda mais intrincada. Como sempre as descrições dos lugares são incríveis.Em certos momentos conhecemos algumas culturas distintas, como a Alemanha nazista, os gregos, ingleses, as elites urbanas egípcias e as tribos que habitam o deserto, beduínos, com suas diferenças étnicas.
A capa é muito bonita e bem trabalhada, a leitura flui bem, não é o melhor livro do autor mas mesmo assim vale muito a leitura, recomendo com certeza.








Segue abaixo a sinopse do livro:








Sinopse: A Chave de Rebecca - Ken Follett







Norte da África, Segunda Guerra Mundial. As tropas britânicas na região estão sofrendo perdas significativas. Não há dúvidas de que alguém está informando o inimigo sobre os movimentos e planos estratégicos do exército britânico.
O espião é conhecido por seus compatriotas alemães como Esfinge, mas para todos os outros é o empresário europeu Alex Wolff. Após cruzar o deserto, ele chega ao Cairo, no Egito, munido de um rádio, uma lâmina letal e um exemplar do livro Rebecca, de Daphne duMaurier. Violento e implacável, ele está disposto a tudo para cumprir a missão que recebeu.
Para isso, conta com a ajuda de uma dançarina do ventre tão inescrupulosa quanto ele.
O único homem capaz de detê-lo é William Vandam, oficial da inteligência britânica que precisa desvendar o enigma do Esfinge para interromper o avanço dos nazistas.

Ao mesmo tempo que os alemães chegam cada vez mais perto da vitória final, Vandam também se aproxima de seu adversário, da chave que revela o código escondido no livro – e do combate mortal...














Lançamentos de Abril da Intrínseca!

Posted: 20 Apr 2017 06:06 AM PDT

Olá galera!

Segue abaixo os lançamentos do mês de Abril da Editora Intrínseca



Sinopse:
Em muitos aspectos, Pio XI e o "Duce" não poderiam ter personalidades mais diferentes. No entanto, havia muito em comum. Não acreditavam na democracia e abominavam o comunismo. Eram propensos a ataques de cólera e protegiam com todas as forças as regalias dos cargos que ocupavam. Além disso, contaram um com o outro para consolidar seus poderes e alcançar objetivos políticos.
Desafiando a narrativa histórica convencional que retrata a Igreja Católica como forte opositora do regime fascista, David I. Kertzer mostra como o papa Pio XI foi crucial para que Mussolini instaurasse sua ditadura e se mantivesse no poder, estabelecendo uma aliança que garantiu à Igreja a restauração de posses e privilégios. Em uma rigorosa investigação, que envolveu o estudo de relatórios dos espiões de Mussolini na Santa Sé e se beneficiou sobretudo da abertura, em 2006, de arquivos secretos do Vaticano, Kertzer não só constata a nebulosa relação dos dois líderes, como também analisa a resistência encontrada pelo pontífice quando, já com a saúde debilitada e à beira da morte, passou a atacar Mussolini, suas leis antissemitas e a aproximação com Hitler. O medo dos prejuízos advindos do rompimento com o regime fascista mobilizou as mais expressivas autoridades do Vaticano, entre elas o futuro papa, Pio XII.

Vívido e dramático, O papa e Mussolini traz uma visão cruelmente verdadeira sobre um capítulo obscuro da história mundial, fartamente documentada, narrada com extrema perícia e reconhecida, em 2015, com o Prêmio Pulitzer de biografia.





Sinopse:
Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no colégio que frequenta: desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, que seria apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita, acaba sendo seu último - mas ela ganha uma segunda chance. Sete "segundas chances", na verdade. Ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha vai tentar desvendar o mistério que envolve a própria morte - e, finalmente, descobrir o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

Para comemorar a chegada do filme ao cinema, essa edição especial conta com dois contos inéditos que exploram a vida de Samantha antes dos acontecimentos do livro, fotos de bastidores e uma entrevista da autora com a diretora e a protagonista do filme.




Sinopse:
Em uma noite quente e nebulosa, onze passageiros decolam em um jatinho particular da ilha de Martha's Vineyard em direção a Nova York. Porém, dezoito minutos depois, o imponderável acontece: a aeronave despenca no oceano. Os únicos sobreviventes são Scott Burroughs, um pintor desconhecido e fracassado, e J.J., um menino de quatro anos, filho de um magnata milionário do ramo das telecomunicações.
A riqueza e o poder de parte dos passageiros despertam as teorias mais variadas sobre a queda: tantas pessoas influentes teriam morrido em um acidente por mero acaso? Ou teria sido vingança, terrorismo, queima de arquivo? Com capítulos alternando entre os acontecimentos subsequentes à queda e o passado dos passageiros e integrantes da tripulação, o mistério que cerca a tragédia se torna cada vez maior. Enquanto as tramas dos personagens se desenrolam, estranhas coincidências apontam para uma conspiração.

Neste suspense eletrizante, Noah Hawley expõe a perversa relação entre jornalismo e entretenimento, o culto às celebridades e o lado obscuro da fama, além de refletir sobre a natureza da arte e a aleatoriedade do destino.






Sinopse:
Um marido lindo e atencioso, filhos encantadores, o reconhecimento pelo sucesso profissional. O que mais Glennon poderia querer? A resposta é: mais, muito mais. Ela queria não ter tantas dúvidas, queria se comunicar melhor com o marido, queria apagar de sua história a bulimia e o alcoolismo, queria se encaixar nos padrões... queria que o marido não a tivesse traído e que o casamento não tivesse se revelado uma tábua de salvação tão fracassada.
Mas o que parece a maior das tragédias, acaba se tornando a grande chance de Glennon. A crise conjugal traz à tona seus velhos demônios e a obriga, pela primeira vez, a encarar francamente as questões que antes foram apenas sublimadas. Enquanto todos cobram dela uma decisão sobre o possível divórcio, Glennon se volta para si mesma em busca da própria voz: não a da jovem perfeita que ela um dia quis ser, não a da esposa cujo relacionamento fracassou, não a da mãe abnegada, mas, sim, a voz da mulher de verdade que sempre existiu por trás de todos esses papéis.

Glennon Doyle Melton é a mulher que talvez você conheça, a vizinha, a colega, a irmã de um amigo. Talvez seja você. Somos guerreiras revela não só a história de Glennon, mas a guerra diária travada pela mulher que busca simplesmente ser quem ela é - um relato corajoso que chama a atenção para o fato de que nascer mulher e existir plenamente é quase um ato revolucionário.




Sinopse:
Uma pergunta por dia, o livro-diário que já vendeu no Brasil mais de 100 mil exemplares, ganha agora uma edição especial exclusiva para as mães. Mais do que um álbum de fotos, mais do que um tradicional livro do bebê, Uma pergunta por dia para mães é o instrumento perfeito para registrar cada acontecimento não só do crescimento dos filhos, mas da intensa experiência de aprendizado, descobertas e autoconhecimento na qual a mulher embarca ao ser mãe.
Funciona assim: são 365 perguntas diferentes, uma para cada dia do ano. Você começa qualquer dia e, percorridos doze meses, volta para o início. E é aí que reside o ponto alto do diário, porque cada novo ano é um convite a rever as respostas anteriores, revisitar as mais diversas lembranças e refletir sobre como tudo já mudou e se transformou.

Uma pergunta por dia para mães pode ser preenchido tanto por quem já é mãe quanto por quem está se preparando para a chegada do bebê. Em edição luxuosa, com capa dura, interior em duas cores, fitilho marcador de página e pintura prateada nas laterais, esse diário vai guardar para sempre as surpresas, sentimentos, sonhos e planos dos anos mais memoráveis da mulher e seus filhos.



Sinopse:
Uma narrativa de paixão e coragem, Ruby transporta o leitor até meados do século XX, por ruas poeirentas de uma cidadezinha no sul dos Estados Unidos, enquanto aborda temas atemporais que ultrapassam fronteiras geográficas.
A jovem e bela Ruby Bell passou por sofrimentos inimagináveis durante a infância e a adolescência, e, assim que surge uma oportunidade, decide fugir de sua sufocante cidade natal no Texas para a vibrante Nova York dos anos 1950. No entanto, não consegue escapar dos fantasmas do passado.
Mais de uma década depois, quando um telegrama urgente a faz voltar para casa, ela é forçada a reviver fatos perturbadores e a reencontrar os personagens que definiram os primeiros anos de sua vida, esforçando-se para manter a sanidade em meio a lembranças sombrias.

Com uma prosa refinada, Cynthia Bond afirma seu lugar entre as vozes mais impactantes da ficção literária contemporânea e constrói uma história transformadora - ao mesmo tempo um retrato cruel do que o ser humano é capaz e uma demonstração da força transcendente do amor. Uma obra marcante sobre a luta feminina, finalista do Baileys Women's Prize.





Sinopse:
Jack tem doze anos e sua pessoa preferida no mundo inteiro é o avô. Vovô foi piloto de caça da Força Aérea Britânica, durante a Segunda Guerra Mundial, e até hoje o que mais gosta de fazer é falar sobre aviação. Jack sonha em se tornar um herói tão corajoso quanto seu avô.
Mas embora a memória do vovô esteja afiada para lembranças antigas, para as coisas do dia a dia ela anda meio fraquinha. Nos últimos tempos, vovô tem estado confuso e esquecido, e isso acaba sendo motivo de muitas trapalhadas. Jack é o único que se esforça para entender o avô, mas como não é capaz de protegê-lo de todos os perigos, os pais de Jack decidem internar o vovô em um lar para idosos muito esquisito e com enfermeiras sinistras. Jack então decide embarcar na maior aventura de sua vida para salvar o avô.

David Walliams mais uma vez emociona com uma história que fala de amor, amizade e velhice, sem deixar de lado seu humor inteligente e espirituoso. Vovô deu no pé resgata a nostalgia e a criatividade que permeiam a relação de avô e neto, mostrando que, com afeto, é possível enfrentar as situações mais difíceis.












Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge