Burn Book

Conteúdo Recomendado

Burn Book


Moana, um mar de aventuras | CRÍTICA

Posted: 01 Dec 2016 09:07 AM PST

Moana, um mar de aventuras | CRÍTICA
98%Pontuação geral
Personagens100%
Enredo90%
Animação100%
Trilha sonora100%
Votação do leitor 0 Votos
0%

O filme conta a história de Moana Waialiki. Ela é filha do chefe da tribo e sua sucessora direta. E insiste em dizer que não é uma princesa.

 

Desde sua infância seu pai a cobre de informações e detalhes de como seus antepassados sobreviveram da colheita, dos cocos e peixes retirados do mar, nunca passando dos recifes. E enfatiza que eles não devem passar dos recifes, pois o mar é traiçoeiro e pode matar.

No entanto, a avó de Moana é uma senhora avoada e cheia de histórias antigas para contar, o que faz a garota sonhar em ir para o mar, descobrir o que a espera além dos recifes. Uma dessas lendas vocês podem conhecer melhor no trailer abaixo.

 

 

Mauí é um semideus que mil anos antes roubou o coração de uma ilha, o que despertou o mal sobre mar e terra e esse mal está avançando, destruindo tudo que está vivo pelo caminho.

Resultado de imagem para gifs moana um mar de aventuras

 

Quando Moana finalmente aceita que o mar a escolheu para desbravá-lo e salvar seu povo, ela encontra Mauí e, diferente do esperado, ele não é um semideus que ela deve temer, ele tem um ego maior que o universo todo e demora a aceitar ajuda-la.

Eles precisam devolver o coração à ilha, enfrentar o gigante de fogo e restaurar o equilíbrio natural. O mar é um aliado de Moana e participa ativamente de muitas cenas, a maioria divertidas.

O galo Heihei também faz parte dos personagens ativos e tirou boas risadas de quem estava na cabine de imprensa.

Resultado de imagem para gifs moana um mar de aventuras, galo

O objetivo de Moana é salvar sua ilha, mas não apenas isso, levar seu povo a honrar seus antepassados e retomar seu lugar ao mar.

O filme é bonito, mas não me identifiquei com a nova princesa da Disney como gostaria. Ela é a primeira princesa polinésia da Disney e me surpreendi por não haver um romance na trama, achei isso um ponto positivo. O que não me conquistou foi que me pareceu simples resolver os obstáculos e fazer com que o semideus amadurecesse. Mas, se focar que a história é para crianças e tem como objetivo ensiná-las a não roubarem, a seguirem seus sonhos e serem destemidas, os obstáculos ficam em segundo plano.

Não sou a favor de ensinar crianças a ser desobedientes, pois Moana deixa a ilha mesmo seu pai a proibindo. Isso é um ponto negativo para mim. Seria mais interessante o pai perceber a necessidade e apoiar a decisão dela do que incutir na mente das crianças que os adultos responsáveis por elas, nem sempre estarão certos e elas podem fazer o que quiser.

As músicas estão lindas! A harmonização é perfeita e fiquei morrendo de vontade de fazer parte do vocal que as gravou!

Assistimos ao filme dublado e, nas primeiras cenas, deixaram também legenda para surdos. No começo me deixou confusa (se eu lia ou ouvia), mas achei interessante saber que se preocuparam em legendar para surdos, não apenas legendar.

Se você não sabe a diferença, irei explicar: na legenda para surdos, é descrito também os sons.

No geral, gostei muito do filme. A animação está impecável, as músicas são incríveis e tem uma na língua natal da ilha onde Moana vive e ficou perfeita aos ouvidos. Quem canta e toca algum instrumento como eu, vai se encantar!

Agradecemos o convite para a cabine de imprensa e ficamos na torcida para que, aqui no Brasil, Moana também seja um sucesso.

The post Moana, um mar de aventuras | CRÍTICA appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Arrow | Produtor se arrepende de olicity na 4° temporada!

Posted: 01 Dec 2016 04:45 AM PST

Arrow foi a série que começou essa grande leva de séries de super-heróis. Se as duas primeiras temporadas do Arqueiro Verde não tivessem conquistado uma legião de fãs é bem provável que não teríamos The Flash, SupergirlDC’s Legends of Tomorrow ou talvez nem mesmo as séries da Marvel no Netflix.

Infelizmente a série vem decaindo ao longo dos anos, conseguindo se recuperar apenas no seu 5° ano. Enquanto muitos ficam se perguntando o que deu errado, os fãs não hesitam em apontar o relacionamento de Oliver com Felicity, algo que muitos queriam, mas que acabou se desgastando pela forma que foi abordada.

 

"Eu diria que provavelmente, meu maior arrependimento seja que eu queria que tivéssemos permitido que a história de Oliver e Felicity na quarta temporada fosse mais natural. Nós tivemos esses marcos no começo da temporada e nós fomos um pouco rigorosos em como nós chegamos neles. Esse foi um caso onde o planejamento sobrepôs a história. Nós não fizemos as coisas da forma mais natural e elegante como devíamos".

Arrow continua sua jornada com sua 5° temporada, que muitos fãs concordam ter colocado a série nos trilhos. Vamos torcer para que continue assim.

The post Arrow | Produtor se arrepende de olicity na 4° temporada! appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge