Fome de Livros

Conteúdo Recomendado

Fome de Livros


Resenha - Maré Congelada

Posted: 10 Nov 2016 08:36 AM PST

Resenha feita pela Luh!
Título: Maré Congelada
Título Original: Frozen Tides
Série: A Queda dos Reinos
1- A Queda dos Reinos (2013)
2- A Primavera Rebelde (2013)
3- A Ascensão das Trevas (2014)
4- Maré Congelada (2016)
5 - Crystal Storm (2016 US)
Autor: Morgan Rhodes (pseudônimo de Michelle Rowen)
Editora: Seguinte (Companhia das Letras)
Páginas: 440
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Amazon

Atenção: Essa resenha não contém spoilers de nenhum livro da série (exceto na sinopse).

Sinopse: As disputas pela Tétrade, quatro cristais mágicos capazes de conferir poderes inimagináveis a quem os encontrar, continuam. Amara roubou o cristal da água, Jonas conseguiu o da terra, Felix enganou os rebeldes para ficar com o cristal do ar, e Lucia está com o do fogo. Mas nem todos sabem como ativar a magia da Tétrade, e apenas a princesa feiticeira conquistou poder até agora, aliando-se ao deus do fogo que libertou de seu cristal.
Gaius, o Rei Sanguinário, também não desistiu de encontrar os cristais. Ele está mais sedento por poder do que nunca, especialmente agora que não conta mais com a ajuda da imortal Melenia nem com o apoio de Magnus, o herdeiro que o traiu para poupar a vida da princesa Cleo. Para conquistar todo o mundo conhecido, Gaius resolve atravessar o mar gelado até Kraeshia, e tentar um acordo com o imperador perverso de lá. No caminho, o rei vai encontrar muitas dificuldades e inimigos, como Amara, princesa de Kraeshia, que tem seus próprios planos para conquistar o poder.

A Trama: Minha dica principal para quem pretende ler essa série é aguardar que alguns dos livros tenham sido lançados, e então ler um atrás do outro. Como eu não fiz isso, estava bem perdida no início e demorou para conseguir me situar na trama e lembrar quem eram alguns dos personagens. Maré Congelada não é uma continuação ruim. O livro traz todos os elementos necessários para uma boa fantasia: lutas, reviravoltas que eu honestamente não esperava, romances proibidos e, claro, muita magia. Porém, eu acredito que a trama pecou por ser um pouco "demais". Eu sentia que era muita informação de uma vez só, tanta tramas paralelas que era impossível se importar com todas, e foi exatamente o que aconteceu. Eu gostei muito das partes envolvendo Cleo, Magnus e Amara. Entretanto, os outros personagens são bem descartáveis e não acrescentam muito à trama. O ponto de vista muda a cada capítulo e seguimos seis diferentes personagens, o que sempre acaba em certa confusão. O final, entretanto, é surpreendente e muito interessante.

Os Protagonistas: Para começar, eu amei o rumo que Cleo e, principalmente, Magnus, tomaram nesse livro. São personagens que, apesar de um pouquinho inconsistentes, melhoram a cada livro da série.
Porém, infelizmente, eu não poderia me importar menos com Lucia e Jonas. Jonas simplesmente não teve um grande papel nos livros anteriores e não criou aquele laço com o leitor que é necessário para que eu me importe com sua vida. Lucia é pior, ela parece ter tomado uma direção totalmente contrária à sua personalidade original e eu não consigo acreditar nessa personagem.
Mas, dos quatro, Magnus vem sendo meu personagem predileto há um bom tempo e continua em seu pedestal de personagem carismático e ao mesmo tempo realista, sem falar que agora está muito engraçado!

Os Personagens Secundários: Oh, Amara, como você me surpreendeu. Essa garota é tão divertida que poderia muito bem sustentar a trama sozinha, com todas as suas aspirações. Amei a maneira como ela não tinha escrúpulos.
Quanto aos outros personagens, fomos apresentados a algumas pessoas novas, porém nada que realmente tenha um impacto significativo.

Capa, Diagramação e Escrita:  Essa é, de longe, minha capa favorita! Amei as cores, a ilustração, e o mimo especial que a editora fez - um marcador na orelha do livro que você pode cortar para usar.
A diagramação é normal, porém o ponto especial é a escrita da Morgan Rhodes, que flui com certa facilidade, mesmo nos pontos em que a trama fica mais devagar.
A diagramação é comum, com o início de cada capítulo revelando seu narrador, e adorei que a autora se ateve ao ponto de vista de menos personagens dessa vez (acredito que seis, em comparação com dez no volume anterior). As descrições nessa série são belíssimas, especialmente ao comparar os reinos, e a escrita da Morgan é gostosa de acompanhar.

Concluindo: É uma ótima série, porém decidi parar no quarto livro. Para mim, está ficando um pouquinho repetitivo e confuso, especialmente por causa da quantidade de personagens. Ainda assim, é uma série repleta de ação, magia e reviravoltas, que provavelmente vai agradar a muitos leitores.

Classificação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge