Burn Book

Conteúdo Recomendado

Burn Book


Confira a abertura de 3%, primeira série brasileira da Netflix!

Posted: 24 Nov 2016 10:47 AM PST

3% é a primeira série brasileira original Netflix. Estreia nessa sexta-feira, dia 25/11, mas a abertura já está aqui.

Confira o vídeo abaixo:


 

A sociedade como você conhece está destruída, mas existe um mundo melhor e mais justo para se viver. O problema é que só 3% das pessoas conseguem chegar até ele. Nos vemos nos portões do Processo.

A série irá estrear no dia 25 de novembro, seguindo o padrão de séries Originais Netflix, sendo disponibilizado 8 episódios. Estima-se que foram gastos R$ 10 milhões para a criação da série que já garante ser um sucesso.

Confira o Trailer:

The post Confira a abertura de 3%, primeira série brasileira da Netflix! appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

O QUARTO DOS ESQUECIDOS | CRÍTICA

Posted: 24 Nov 2016 06:07 AM PST

Na semana passada, eu e a Lari Azevedo fomos convidadas para a cabine de imprensa do filme "The disappointment room" traduzido como "O quarto dos esquecidos".

Pelo pôster do filme divulgado no convite, me preparei para assistir um filme de terror psicológico e sair do cinema morrendo de medo, com noites insones e dias sem me esquecer da trama, mesmo o gênero destacado como suspense.

 

tumblr_odm95vhuca1rbys03o1_1280

 

O quarto dos esquecidos

Sinopse: Uma mãe e seu filho se mudam para uma casa dos sonhos, em um ambiente rural. Logo, eles percebem que o sótão esconde uma história assustadora.

Elenco: Kate Beckinsale, Lucas Till, Gerald McRaney e mais.

Diretor: D.J. Caruso

Gênero: Suspense

Distribuidora: Imagem filmes

Classificação: 14 anos

Estreia: 24/11/2016

 

Apesar da sinopse citar apenas a mãe, é por intermédio do pai que a família decide se isolar em uma cidade afastada de tudo.

o-quarto-dos-esquecidos-filme

A mãe, Dana, interpretada por Kate Beckinsale, parece uma mulher sensível ao oculto e desde o início da trama demonstra certo receio com a nova casa. O que não explica é se ela escolheu a moradia junto com o marido, mas deixa margem a acreditarmos que sim, pois no começo da história ela se questiona se os caminhões de mudança conseguiram chegar lá pelo mapa que ela desenhou.

O que me deixou com uma pergunta: como a pessoa se muda pra um lugar que, claramente, não confia?

A  mudança faz parte de uma tentativa familiar em deixar uma tragédia para trás, ou ao menos, seguir em frente.

David, interpretado por Mel Raido, me passou a sensação de ser um homem que não se importa com a esposa, folgado e também relaxado, diferente de Dana que, apesar de parecer bem perturbada, é decidida, forte, batalhadora. Só o admirei em dois momentos da trama, um eu posso contar: ele é muito atencioso com o filho! O outro seria spoiler então deixo para conhecerem quando assistirem o longa.

 

A maior parte do filme se desenvolve pela perspectiva da Dana e percebemos, em alguns momentos, que eles tinham uma filha menor e que ela morreu tragicamente, o que mexeu bastante com a estrutura psicológica da mulher. Ficamos em dúvida durante quase todo o filme se ela teve culpa na tragédia ou o filho, pois aparentemente ela o evita. As respostas são dadas e, apesar de clichê, nos impactam.

 

O cenário é bastante sombrio, pois a casa é isolada, antiga, com muitas árvores ao redor, e chuva em boa parte das cenas, o que nos mantém em constante angustia e na expectativa do pior.

 

A Dana é arquiteta e está empenhada em arrumar a casa que precisa de muitos reparos, mas, um quarto isolado no sótão e que não está na planta original da casa, chama a sua atenção e ela se torna obcecada pela história dos antigos moradores. Descobrimos que as crianças nascidas com doenças ou deficiências eram consideradas vergonha para as famílias e costumeiramente escondidas por elas em quartos como o do sótão, chamados "quarto dos esquecidos". Eram crianças dadas como mortas para a sociedade e que eram cuidadas por seus pais ou um criado muito confiável.

 

A protagonista passa boa parte da trama tendo visões com a família anterior, ouvindo vozes, vendo a menina do quarto dos esquecidos e até mesmo um horrível assassinato e ficamos sem saber se o que ela vê são fantasmas ou fruto de sua imaginação e o que todo o seu desequilíbrio fará com sua família.

 

Apesar da trama pesada e do constante apelo psicológico, não consegui acreditar na história quando o filme terminou. Senti o clichê e também que as perguntas não foram realmente respondidas. Se eu comentar minha opinião completa darei spoiler, então não vou comentar tudo.

 

O filme está incrível no quesito cenário, fotográfica, interpretação e personagens. Até o garoto é incrivelmente talentoso! Uma pena a trama não ser tão envolvente assim.

 

Eu acredito que espíritos podem perturbar pessoas e que casas podem guardar tragédias e ser lugares pesados de se morar, espiritualmente falando, por isso não me convenci no final, no entanto, eu assistiria novamente para pegar mais detalhes do filme sem o medo que senti o tempo todo, pois esperava ver mais momentos de terror e pânico.

 

Para quem curte um suspense psicológico o filme é bastante recomendado.

 

Agradecemos o convite da Imagem Filmes para a cabine de imprensa.

 

Beijão,

 

Mari Scotti

 

O QUARTO DOS ESQUECIDOS | CRÍTICA
92%Pontuação geral
Personagens90%
Enredo80%
Fotografia100%
Efeitos especiais100%
Trilha sonora100%
Suspense80%
Votação do leitor 0 Votos
0%

The post O QUARTO DOS ESQUECIDOS | CRÍTICA appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Robert Downey Jr. e Chris Evans poderiam ser substituídos?

Posted: 24 Nov 2016 05:58 AM PST

Certamente é difícil pensar no Homem de Ferro e no Capitão América e não ter o rosto dos atores Robert Downey Jr. e Chris Evans em mente. Esses dois consagraram esses personagens do mesmo modo que Daniel Radcliffe virou o eterno Harry Potter, mas por quanto tempo isso vai durar?

O presidente da Marvel, Kevin Feige, já havia falado sobre substituir os atores, mas em uma nova entrevista acabou entrando mais fundo no assunto. Segundo Feige, ele está muito feliz com Evans e Downey em seus respectivos papeis e com o que eles fizeram com esses dois Vingadores.

Contudo, ele também comentou como vários atores já usaram o manto do Batman, do James Bond, do Sherlock Holmes e do Homem Aranha e como a audiência os recebeu de braços abertos. 

Isso nos faz pensar se os personagens podem ser maiores que os atores em si. Por sorte, Kevin também falou que não tem que se preocupar com isso por um bom tempo. Um alívio, já que não quero dar adeus a esses atores.

 

The post Robert Downey Jr. e Chris Evans poderiam ser substituídos? appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Fizeram a abertura de Friends com bonecos Funko Pop, e ficou sensacional!

Posted: 24 Nov 2016 05:51 AM PST

Que a série Friends é um clássico todo mundo sabe, e cada dia aparece uma paródia diferente da abertura que marcou a vida dos fãs da série.

giphy

A Warner Bros. TV postou um vídeo com uma paródia super legal da abertura da série, onde podemos ver os ‘bonecos Funko’ representando o elenco Jennifer Aniston, Lisa Kudrow, Courteney Cox, Matthew Perry, Matt Le Blanc e David Schwimmer!

Vem ver:

O mais legal é que você pode ter esses bonecos em casa, mas é meio difícil encontrar eles aqui no Brasil. Caso você vá para os EUA ou conheça alguém que esteja viajando, o link para compra é esse.

The post Fizeram a abertura de Friends com bonecos Funko Pop, e ficou sensacional! appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Emerald City: Confira o trailer da série inspirada em O Mágico de Oz

Posted: 24 Nov 2016 04:36 AM PST

A NBC divulgou o primeiro trailer da série Emerald City, que está sendo vendida como a ‘versão adulta’ de O Mágico de Oz

Confira o trailer abaixo:

Pelo vídeo, podemos perceber que a série trará um olhar mais sombrio sobre obra de L. Frank Baum, e os personagens serão bem diferentes daqueles que marcaram nossa infância.

Com dez episódios, Emerald City gira ao redor de Dorothy Gale, que é transportada para um local mágico após um tornado, junto ao seu cão. Na mística Terra de Oz, a jovem vai encontrar diferentes reinados, guerreiros letais, magia negra e uma luta pelo poder. Joely Richardson será Glinda, enquanto Vincent D'Onofrio vai interpretar o Mágico de Oz.

cxjnuquweaa5jwl

A série fará sua estreia na programação da NBC no dia 6 de janeiro de 2017.

via Adoro Cinema

The post Emerald City: Confira o trailer da série inspirada em O Mágico de Oz appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Amazon oferece R$100 de desconto em Kindle e Kindle Paperwhite na Black Friday

Posted: 23 Nov 2016 11:36 AM PST

Amazon.com.br oferece R$100 de desconto em Kindle e Kindle Paperwhite na Black Friday

Entre hoje (23/11) e a próxima segunda-feira (28/11/2016), a Amazon.com.br oferecerá R$100 de desconto na compra dos e-readers Kindle (de R$299 por R$199) e Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$479 por R$379), em celebração a Black Friday. Para adquirir um Kindle em até 12 vezes no cartão de crédito, acesse www.amazon.com.br/kindle.

O desconto nos e-readers também pode ser encontrado em outros varejistas como Casas Bahia, Ponto Frio, Livraria da Vila e nos sites da MagazineLuiza.com.br, C&A.com.br, entre outros. Para lista completa de lojas credenciadas, acesse www.amazon.com.br/comprekindle

The post Amazon oferece R$100 de desconto em Kindle e Kindle Paperwhite na Black Friday appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Orange Marmalade | Crítica do dorama

Posted: 23 Nov 2016 11:30 AM PST

Vampiros nunca saem de moda e na onda das releituras e live-actions temos um drama baseado no famoso mangá Orange Marmalade.

Apesar de não ser incomum dramas baseados em mangás na Coreia, e temos bons e famosos exemplos como Boys before flowers, City hunter e To the beautiful you, não é comum que isso ocorra com um anime de sucesso, afinal os filmes live-actions costumam acontecer no Japão, então eis a surpresa para todos os fãs do anime Orange Marmalade quando a Coreia não só produz uma série, como a faz com qualidade.

Há duzentos anos um tratado foi assinado, um tratado que deveria fazer com que humanos e vampiros se aproxinassem, para que os vampiros pudessem viver livremente seguindo as leis da sociedade ao lado dos humanos. Contudo o que foi idealizado naquela época não é o que vem ocorrendo.

A família de Baek Ma Ri (Kim Seol Hyun) está sempre mudando de cidade e fazendo de tudo para esconder o fato de que eles são vampiros. Dessa vez ela quer viver uma vida pacata, se integrar com os colegas e terminar o colegial numa única escola, é com essa mentalidade que Baek Ma Ri sai de casa para enfrentar seu primeiro dia de aula. Que é frustado completamente ao chamar a atenção de Jung Jae Min (Yeo Jin Goo), o garoto mais popular de sua sala e escola.

Intrigado com a nova colega de sala, Jae Min não consegue parar de pensar e notar Ma Ri, o que leva ambos a inúmeras situações complicadas e difíceis de serem explicadas, mas mesmo assim Jae Min não percebe que a estranheza da jovem que ele parece gostar se deve ao fato de ela ser uma vampira, seres que ele não gosta muito por motivos bastante pessoais.

Entretanto tudo muda quando o segredo de Ma Ri é revelado e Jae Min percebe que para ficar com a garota que ele gosta, ele terá que enfrentar vários paradigmas, incluindo o seu preconceito com a espécie dela.

O que parece uma trama meio água com açúcar se revela algo a mais, pois no fim das contas não é uma jornada simples de aceitação da parte de Jae Min, acidentes acontecem e situações envolvendo as políticas vampiras e humanas são postas em jogo, decidindo destinos.

E para tornar tudo mais interessante o drama é dividido em três arcos, sendo o primeiro onde Ma Ri e Jae Min se conhecem e se apaixonam, terminando num momento decisivo para o casal de muitas maneiras, jogando questões fundamentais da sociedade em xeque e levantando outras tantas questões morais e mistérios.

Já no segundo arco temos uma volta no tempo e aí entramos no arco histórico, onde vamos entender o que houve e fez esse Tratado ser criado e finalmente assinado, revelando um pouco mais sobre o passado dos protagonistas e suas vidas passadas.

E então fechamos a trama no terceiro arco, voltando ao presente e encontramos nossos protagonistas abalados e fragilizados, onde passamos a entender um pouco mais de suas atitudes e a querer mudar algumas leis e pensamentos dos humanos para com os vampiros e vice e versa.

Esse é aquele tipo de drama que eu não esperava muito e acabei bem encantada, os protagonistas apesar de serem interpretados por dois atores jovens não deixaram a desejar no quesito atuação, mesmo a Ma Ri tendo uma atitude mais reservada e criticada por alguns acho que isso se diz mais a personagem dela do que a atuação da atriz.

A quebra temporal foi um fator que gostei bastante, pois introduz para muitos os dramas históricos e nos dá uma ideia do que esperar do gênero caso queira se aventurar por ele, o que é ótimo, nos faz expandir os horizontes e ainda nos dá o contexto histórico para a base dos acontecimentos futuros.

E tem a questão dos vampiros também, os efeitos especiais não estão ruins, na verdade eu gostei bastante deles, e com certeza gostei do cenário e figurino, mas o que ganhou pontinhos comigo foi que os vampiros fazem sentido, isso é muito importante e foi bem feito, assim de longe é algo que me faz recomendar.

Em suma, para fãs do anime aqui está uma ótima oportunidade de matar a saudade e ver com novos olhos esse trabalho. E para quem curte os presas longas e uma boa dose de romance adolescente fica a dica também!

The post Orange Marmalade | Crítica do dorama appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Ezra Miller fala que Harry Potter o ajudou nos anos em que sofreu bullying por conta de sua sexualidade

Posted: 23 Nov 2016 06:04 AM PST

Em uma entrevista recente a WENN, Ezra Miller, que interpreta Credence Barebone em Animais Fantásticos e Onde Habitam, falou dos seus dolorosos anos de bullying na adolescência e como Harry Potter o ajudou a passar por esse tempos.

Ele disse que foi graças a um audiobook da série que ele começou a enxergar o “bem no mundo”.

“Eu era provocado por ser um jovem com interesses estranhos, que tinha problemas para falar, era um alvo fácil”, diz ele. “Quando comecei a atravessar a puberdade e ter sentimentos confusos sobre querer beijar as pessoas – nem todas elas sendo meninas, houve momentos em minha vida em que me senti excluído dos meus colegas ou iguais.”

Ele continua: “Naqueles anos de bullying eu voltava para casa e ouvia Harry Potter por algumas a várias horas durante o dia enquanto comia ramen instantâneo.”

Com a estreia de Animais Fantásticos e suas positivas críticas, o site de noticias britânico voltado para a comunidade LGBT, Pink News, fez uma matéria comentando a possibilidade da clandestinidade bruxa ser uma metáfora para os direitos LGBTs.

via Oclumência Fotografias

The post Ezra Miller fala que Harry Potter o ajudou nos anos em que sofreu bullying por conta de sua sexualidade appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

A Bela e a Fera ganha coleção nova da linha Funko Pop!

Posted: 23 Nov 2016 05:15 AM PST

Com todos os olhares voltados para o filme da A Bela e a Fera (live action) não foi surpresa a Disney lançar uma nova coleção belíssima da linha Funko Pop.

Tem vários modelos da Bela, o Fera, o Gaston e até o Lumière, o  Cogsworth, a Madame Samovar junto com o seu Chip/Zip.

Alguns modelos já estão disponíveis. Outros só estarão a partir de fevereiro de 2017 (está pertinho! Não precisamos ficar aflitos). 

15086405_1329513390403588_2088766957_n 15128645_1329513260403601_1642811665_n 15134484_1329513303736930_1552714809_n bela fera funko relogio vela

Eu quero todos! E vocês?

Aproveitando o assunto… Já viram o primeiro trailer oficial? Não?! Assistam! Está MUITO amor.

Lançada em 1991, a versão animada de A Bela e a Fera faturou mais de US$ 375 milhões e recebeu uma rara indicação ao Oscar de Melhor Filme. O longa com atores e computação gráfica chegará aos cinemas no dia 17 de março de 2017.

The post A Bela e a Fera ganha coleção nova da linha Funko Pop! appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge