Atmosfera dos livros

Conteúdo Recomendado

Atmosfera dos livros


Opinião I "Diz Ela Destruir" da escritora Marguerite Duras

Posted: 03 Aug 2016 12:23 PM PDT

Diz Ela Destruir

Marguerite Duras
Editor: Livros do Brasil
Coleção: Dois Mundos
Edição ou reimpressão: 1988
N.º páginas: 134 páginas
ISBN: 9789723802948

Sinopse:

"Dans cet hôtel à l'orée de la forêt, trois clients qui ne se connaissent pas, silencieux, solitaires : Élisabeth Alione, Max Thor qui la regarde, et Stein qui regarde Max Thor. Plus tard viendront Alissa Thor, puis Bernard Alione... Fulgurant comme l'amour, silencieux comme la mort, grave comme la folie, âpre comme la révolution, magique comme un jeu sacré, mystérieux comme l'humour, Détruire dit-elle ne ressemble à rien."retirado do Goodreads

A escritora_ Marguerite Duras _

"Escritora e cineasta francesa, Marguerite Duras nasceu no Vietname em 1914 e veio a falecer em 1996 em França. A sua obra, habitada por personagens em busca de amor até aos limites da loucura ou do crime, foi visceralmente marcada pela juventude passada na Indochina. O romance autobiográfico L'Amant (1984) foi adaptado ao cinema. Escreveu também o argumento do filme Hiroxima meu amor e realizou Nathalie Granger (1973) e India Song(1975)."retirado do site wook

Minha opinião:

Este foi o primeiro livro que li da enorme coleção de livros escritos por esta escritora.
Não sabia com o que podia contar mas já sabia que o seu mais afamado livro é O Amante. Comecei a ler com as espectativas muito elevadas e foi este o meu erro, devia ter partido para a leitura com as espectativas mais baixas. Mas como já tinha lido "coisas" brilhantes sobre esta escritora esta muito empolgada.
Não posso dizer que não gostei, porque estaria a mentir redondamente, mas também não foi um livro extraordinariamente belo.
Duras tem uma escrita muito acessível e ao mesmo tempo requer muita atenção por parte do leitor.
«Neste livro Destruir - Diz Ela, fala sobre sobreviver..., destruir..., sobreviver à destruição que o paciente deve poder experimentar em um meio profissionalmente confiável, ou seja, como salienta Winnicott, "que protege do imprevisível", essa é a tarefa do analista. Ficar vivo, estar presente e ser confiável, é a tarefa que Winnicott designa ao analista! Trata-se de ir ao encontro das necessidades, e isso sem utilizar o paciente para fins eróticos ou narcísicos. 
Por outro lado, o paciente deve poder utilizar o analista, consumi-lo inteiramente, e que este sobreviva, ou seja, continue o mesmo, visto que tudo isso acontece num "outro palco", segundo a bela expressão de Octave Mannoni. Continuar o mesmo, sobreviver no sentido winnicottiano do termo, é o que nos é requisitado. Qualquer outra posição seria da ordem de um "abandono" que repetiria uma catástrofe inaugural. Engajar-se na "care cure", é engajar-se nessa ética, ser aquele que não "abandonará".»retirado da net
Toda esta complexidade do livro fez-me realmente concluir que Duras era uma mulher muito à frente no seu tempo.
Um livro que me fez pensar muito, sobre a mulher e o homem e tal como referi sem erotismos.

Gostei muito de descobrir esta escritora.

Classificação de 4**** no Goodereads.

Boas leituras!

Opinião I "A Bela e o Monstro" da escritora Jeanne-Marie Leprince de Beaumont

Posted: 27 Jul 2016 07:08 PM PDT

A Bela e o Monstro
 Aurélie de Sousa
Editora: Porto Editora
Edição de 2014
N.º páginas: 64 páginas
ISBN: 9780727176
Sinopse:
"Quem feio ama bonito lhe parece" poderia ser o título desta história de amores, medos e maravilhosas transformações, à qual é impossível ficar indiferente.
No início, Bela vê o Monstro apenas como uma criatura disforme, difícil e teimosa. Mas, com o decorrer do tempo, ambos irão descobrir que, por vezes, as aparências iludem…
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para os 5.° e 6.° anos de escolaridade»retirado daqui

A escritora - Jeanne-Marie Leprince de Beaumont- (1711-1780)

"Jeanne-Marie Leprince de Beaumont nasceu em Rouen, em 1711. Em 1746, parte para Inglaterra, onde se instala como governanta. Aí publica tratados de educação para uso de crianças, adolescentes e senhoras.
Mais tarde, em 1748, escreve o seu primeiro romance, O Triunfo da Verdade, que ela própria dará a ler ao rei da Polónia, então retirado em Lunèville.
De regresso a França, entrega-se à jardinagem e ao cultivo das suas terras, bem como à composição de mais alguns trataos de história, gramática e teologia.
Entre as obras que publicou, contam-se Cida, Rei de Burgo, Anedotas do Século XIV, Cartas Curiosas, A Nova Clarisse e Novos Contos Morais. Deve, contudo, a celebridade à versão de um belíssimo e conhecido conto de fadas tradicional, a que daria o título A Bela e o Monstro e que publicou em Le Magasin des Enfants (1757). Esta obra, traduzida para diverso idiomas é hoje considerado um dos livros precursores da moderna literatura para crianças."retirado do livro

Minha opinião:

Um conto de fantasia lindo e que me surpreendeu pela positiva, isto porque nada tem a ver com o filme da Disney. Apesar de gostar muito da adaptação cinematográfica e ser um dos filmes que mais gosto de ver, adorei o livro. Tem um encanto muito próprio, uma beleza de escrita extraordinária.
Fico sempre surpreendida com os livros adaptados ao cinema, neste caso não foi diferente. Escrito em 1757 é um livro de uma simplicidade maravilhosa e de um encantamento delicioso.
Uma excelente escolha para Leitura recomedada para o 5.º e 6.º anos do Plano Nacional de Leitura.
Recomendo vivamente a sua leitura.

Classificação de 5 ***** no Goodreads
Boas leituras!

Divulgação Chiado Editora I do livro Reunião de Heróis do escritor Ricardo Formigo

Posted: 26 Jul 2016 08:27 AM PDT

Após o contacto que o escritor Ricardo Formigo estabeleceu comigo, onde falou sobre o seu primeiro livro "Reunião de Heróis" que é o primeiro volume da saga "Três Espadas Heroicas" (lançamento da Chiado Editora) vou procedeu à divulgação do mesmo e logo que o receba e possa darei a minha honesta e singela opinião.
Saga Três Espadas Heroicas
"Reunião de Heróis"-volume I
Escritor: Ricardo Formigo
Editora: Chiado Editora
Data de publicação: Janeiro de 2016
N.º páginas: 250 páginas
ISBN: 978-989-51-6659-6
Coleção: Mundo Fantástico
Género: Fantasia
Preço em Papel:13,00 euros
Preço em eBook: 3,00 euros

Antes de falar sobre a sinopse do livro quero dar os meus parabéns ao responsável gráfico, acho esta capa encantadora.

Sinopse:
"Estes são tempos difíceis para os habitantes de Morlômbia!

Depois de meio século de guerra, o Rei Travis morre em batalha e é sucedido pelo seu primo Fallow, um tirano que apenas se preocupa com o poder, devastando tudo e todos em busca do que quer.
Annabelle, irmã de Travis, fica em perigo de vida e escapa da cidade de Madrasis rumo ao imponente Elmo do Martelo, uma fortaleza escondida nas montanhas, para proteger os Morlombos dos invasores Ingols.

Com a chegada iminente da guerra civil, cada um dos lados esforça-se por reunir aliados e conquistar a sua lealdade. Mas quem serão os heróis dispostos a lutar por cada um dos pretendentes ao trono de Morlômbia?"retirado daqui

O escritor - Ricardo Formigo-:
"Ricardo Formigo nasceu a 11/04/1998 em Vila Franca de Xira. Desde sempre que gostou de boas histórias e de as ver escritas no papel. Começou a escrever Reunião de Heróis aos 12 anos e publicou o livro em Portugal aos 17. Inspirando-se em autores como J.K.Rowling, J.R.R.Tolkien e George R.R. Martin criou este livro. Atualmente, está a acabar o ensino secundário em Ciências e Tecnologias e a trabalhar em Espadas Cruzadas, o segundo livro da saga."retirado daqui
Mais uma vez a Chiado Editora aposta num jovem escritor português facto que continuo a afirmar é de louvar.

Quero agradecer ao Ricardo por ter contactado comigo para a divulgação do seu primeiro livro da sua primeira saga.

Apostem na leitura dos jovens escritores portugueses.
Boas leituras!

Opinião I "As Primeiras Luzes da Manhã" do escritor Fabio Volo

Posted: 25 Jul 2016 07:47 PM PDT

As Primeiras Luzes da Manhã
Escritor Fabio Volo
Editorial Presença
Edição ou reimpressão: 2013
Coleção: Grandes Narrativas
N.º de páginas:225
ISBN:978 972 23 4990 1
Sinopse:
"Elena vive uma vida sem paixão. Mas agora, ao aproximar-se dos quarenta, a rotina fastidiosa que tomou conta dos seus dias e do seu casamento é cada vez mais difícil de ignorar. Deseja ardentemente uma mudança, mas o medo de arriscar é proporcional a esse desejo, e Elena continua à espera que seja a vida a tomar a iniciativa... Até ao momento em que ganha coragem e aceita o convite do colega de trabalho que há algum tempo se insinua junto dela. Este envolvimento intenso e inesperado inicia-a num erotismo pleno e sem tabus que a liberta e finalmente lhe abre caminho para a tão desejada intimidade com o seu próprio mundo afetivo."retirado do site wook
O escritor Fabio Volo:
Escritor Fabio Volo





"Nasceu em 1972 na região da Lombardia (Itália). Trabalhou com DJ, ator e locutor, na rádio e na televisão. É autor de vários romances, que conheceram grande sucesso em Itália e foram traduzidos para diversas línguas. De entre eles destacamos O Dia que Faltava, bestseller no seu país de origem, e O Tempo Que já não Viverei, que só no primeiro mês após a publicação vendeu 600 mil exemplares em Itália. Ambos integram a coleção Grandes Narrativas. As Primeiras Luzes da Manhã entrou no Top Ten de vendas italiano logo na primeira semana em que chegou às livrarias."retirado da aba do livro

Minha opinião:
Simplesmente maravilhosa a escrita e o enredo deste livro de Fabio Volo. Adorei tudo neste livro, a forma como ele é escrito sobre o modo de um diário mas que vai intercalando com o presente da protagonista, achei essa ideia fantástica.
O livro conta-nos a história de uma mulher que pelo que me pareceu está na casa dos quarenta anos, Elena, casada desde muito cedo, mal terminou o seu curso, com Paolo. Elena é uma mulher conformada com o seu destino, uma vida que sempre planeou, sem filhos, com um marido socialmente muito bem aceite, o dito casal perfeito. Mas que dentro das quatro paredes da sua casa, vive uma vida sem altos nem baixos, uma vida de rotina que a cansa e a destrói aos poucos. Contudo, Elena nada sabe sobre o amor, sobre o prazer que pode desfrotar com um homem, sobre a sua própria sexualidade.
Após, troca de olhares intensivos, e de conhecer melhor um colega de trabalho, Elena deixa-se envolver em algo sexualmente delicioso para ela. Este seu envolvimento faz com que ela descubra a sua sexualidade, não só quando acompanhada como também sozinha. No entanto, nem tudo corre como Elena planeia e o inevitável acontece.
Esta mulher que se desconhecia, passa a ter uma vontade própria e com ela decide tomar decissões drásticas mas necessárias para que volte a ser feliz.
Este livro retrata a história de muitas Elenas que existem por este mundo fora, que em vez de lutarem pela felicidade plena e viverem o momento, simplesmente se acomodam a um casamento falhado, com um homem que já nem repara quando mudam de visual.
Simplesmente arrebatador, cheio de erotismo, de confissões de fantasias sexuais, mas acima de tudo uma lição de vida para muitas mulheres e até homens que não se conseguem libertar dos seus tabus nem das relações estáveis mas insatisfatórias.

Considero este livro uma lição de vida para a vida.

Aconselho vivamente esta leitura.
Classificação de 5***** no Goodreads.

Esta leitura foi realizada para a Maratona Literária - Summer with Creepy (1.ª semana) e também para o Desafio a volta ao Mundo em Livros do Goodreads em que o país escolhido foi Itália.
Boas leituras!

Opinião I "O Pintor Debaixo do Lava-Loiças" do escritor Afonso Cruz

Posted: 24 Jul 2016 04:28 AM PDT

O Pintor Debaixo do Lava-Loiças

Afonso Cruz
Editora: Editorial Caminho
Coleção: Romance Adulto
N.º páginas: 176 páginas
Edição:08-2015
ISBN: 978 972 21 2615 1
Sinopse:
"A liberdade, muitas vezes, acaba por sobreviver graças a espaços tão apertados quanto o lava-loiças de um fotógrafo. Esta é a história, baseada num episódio real, de um pintor eslovaco que nasceu no final do século XIX, no império Austro-Húngaro, que emigrou para os EUA, que voltou para Bratislava e que, por causa do nazismo, teve de se esconder debaixo de um lava-loiças."retirado da contra-capa
Minha opinião:
Mais um excelente livro de Afonso Cruz, uma história enternecedora e arrebatadora. Simplesmente fantástico.
Já terminei esta leitura faz alguns dias, mas não sabia o que escrever na minha singela opinião. Ainda continuo sem saber, só me ocorrem aqueles adjectivos, já anteriormente mencionados.
Por isso, só vou referir que achei este livro lindo, com uma escrita à qual Afonso Cruz já me vem habituando.
Gostei das personagens principalmente do protagonista Jozef e adorei o seu pai, que é o mordomo, que entende as "coisas" tal e qual como elas são, é uma personagem simples e muito caricáta.

Aconselho a leitura deste livro que faz parte do Plano Nacional de Leitura para o Ensino Secundário.
Classificação de 5***** no Goodreads.
 Boas leituras!

Divulgação do livro "Finais Felizes Acontece,,," do escritor Eduardo Martins da Chiado Editora

Posted: 18 Jul 2016 06:15 AM PDT

Finais Felizes Acontece...
Escritor:Eduardo Martins
Chiado Editora
Data de publicação:março 2016
N.º páginas: 236 páginas
Preço em papel:14,00 euros
Preço em eBook: 3,00 euros
ISBN: 978 989 516 480 6
Coleção: Compendium

Sinopse:
"Até que ponto estamos a tempo de alterar o nosso próprio destino?

Ricardo é um português milionário, emigrado em Los Angeles, mas desiludido com a vida. Após a morte trágica do seu amigo Peter, Ricardo volta a sonhar e a acreditar que ainda pode ser feliz.

Depois de refletir sobre o seu passado, decidido, vai à procura do amor da sua vida e inicia uma jornada alucinante, assombrada pelos crimes terríveis que cometera e pelos mistérios da sua família, na busca da redenção e do seu final feliz..."retirado da contracapa

O escritor - Eduardo Martins-:
"Eduardo Martins é um jovem de 26 anos, natural de Reguengos de Monsaraz, que vive em Lisboa. Possui um Mestrado em Gestão, na especialidade de Marketing, pela Universidade de Évora. Ao nível profissional é sócio fundador da empresa Rural Home Trip e Director de Marketing da Clínica Extensão Médica.

O livro "Finais felizes acontecem..." é o seu primeiro romance, surgido da sua imaginação, criatividade e adoração pelo cinema. O romance também é inspirado nas suas experiências e reflexões pessoais.

Conheçam melhor o autor e sigam a sua página no Facebook em: facebook.com/espm.martins e no Instragam em @esp_martins." retirado da aba do livro

Mais uma vez quero agradecer à Chiado Editora pelo envio deste livro, de mais uma aposta da editora em jovens escritores portugueses.
Vou ler em breve pois adorei a sinopse e adoro este género literário, espero que Eduardo Martins me surpreenda, tenho a certeza que sim.
Chiado Editora a editora sempre perto dos leitores que apostam nos jovens escritores portugueses.
Muito obrigada Chiado Editora.
Boas leituras;)

Opinião I "Ainda tens Tempo" da escritora A. Bourdon

Posted: 16 Jul 2016 06:04 PM PDT

Este livro foi gentilmente enviado pela Chiado Editora, em troca de uma opinião sincera e honesta da minha parte. O que aliás tem sido o que sempre tenho realizado, para os mais cépticos, fica só a nota de que realmente eu gosto muito das escritoras portuguesas novas e dos seus livros, que a Chiado Editora faz e muito bem, em apostar e lançar para os diferentes mercados onde esta editora já distribui os seus livros.
Para ver a divulgação do livro clique aqui
Muito obrigada Chiado Editora, por continuar a dar-me o prazer de ler o que existe de bom no mercado dos escritores portugueses.




Título: "Ainda tens Tempo"
Escritora: A. Bourdon
Chiado Editora
Capa: Ana Coutinho
1.º edição: julho, 2015
N.º páginas: 152 páginas
Coleção:Viagens na Ficção
Género: Romance
ISBN:978 989 51 4494 5

Sinopse:
"O meu coração parou de bater quando me apercebi que ele se preparava para saltar do pontão. Em baixo, as ondas escuras do mar rebentavam com força; seele saltasse, seria uma morte certa. E ele parecia mesmo estar certo do que ia fazer. Não...não...! Não saltes! (...) Foi então que um sentimento de medo me percorreu o corpo. Se não chegasse a tempo, se ele saltasse antes que eu o pudesse alcançar, se..."retirado da contracapa

Minha opinião:
O que de início me pareceu ser uma leitura sem grande expectativas, tornou-se numa leitura brilhante. A. Bourdon conseguiu criar umas simples férias de verão, já tradicionais, entre cinco grandes e boas amigas, numa narrativa muito mas mesmo muito boa.
Cinco amigas: Emma, Oriana, Claire, Ingrit e Alice, amigas inseparáveis para o bem e para o mal.
A história é centrada na personagem Emma, que vinha de um namoro de dois anos que tinha terminado e não queria saber de relações amorosas nunca mais na sua vida.
Contudo, as coisas não se tornaram nada simples para ela, começando por conhecer Eduard que não a larga e diz estar perdidamente apaixonado por ela, mas ela não está nem aí para ele. 
Quem realmente vai atormentar o coração de Emma é o enigmático Florian. Ele vive num velho castelo que segundo a população está amaldiçoado. Mas que maldição será essa que atormenta tanto Florian ao ponto de se afastar de Emma para não a magoar com o seu amor?
Este livro prendeu-me até ao final, sem saber como seria o fim, devo referir que o fim surpreendeu-me bastante. Contava com tudo menos com aquele final.

Adorei o livro e recomendo para quem gosta do género, claro.

Classificação de 4**** no Goodreads, não dei as 5***** porque acho o final podia ter sido mais longo para eu ficar a saber mais coisas sobre, alguns aspectos que me pareceram suspensos.


Boas leituras!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge