Giro UOL Especial traz os resultados do primeiro turno das Eleições 2016

Conteúdo Recomendado

Giro UOL Especial
Moderninha
Eleições 2016 - veja resumo dos principais resultados do 1º turno
Eleição do estreante
Daniel Teixeira/Estadão Conteúdo
João Doria, do PSDB, foi eleito prefeito de São Paulo no primeiro turno das eleições deste domingo (2), com o melhor resultado do partido em proporção de votos no primeiro turno dos últimos 20 anos. Foi também a primeira vez que a prefeitura da cidade foi decidida no primeiro turno.

O tucano recebeu 53,4% dos votos e desbancou os candidatos Fernando Haddad (PT, 16,7%), Celso Russomanno (PRB, 13,6%) e Marta Suplicy (PMDB, 10,1%), que apareciam nas pesquisas como possíveis oponentes ao tucano em um segundo turno. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Segundo turno carioca
Arte UOL
O senador Marcelo Crivella (PRB) vai enfrentar o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) no segundo turno da disputa pela Prefeitura do Rio. Eles registraram 27,8% e 18,37%, respectivamente, dos votos válidos.

Crivella ficou conhecido pela atuação na Igreja Universal do Reino de Deus - fundada pelo tio, o bispo Edir Macedo, e exerce mandato de senador até 2018. Já Freixo se engajou na defesa dos direitos humanos e, como parlamentar, esteve no comando da CPI das Milícias, em 2008, o que lhe rendeu ameaças de morte. A história inspirou o filme Tropa de Elite 2. Leia mais
Compartilhar no   Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Ex-boleiros na política
UOL
O deputado estadual João Leite (PSDB) e o empresário Alexandre Kalil (PHS) vão disputar o segundo turno em Belo Horizonte. Ambos são egressos do campo político ligado ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que sofreu uma ruptura durante a definição das candidaturas. João Leite teve 33,41% dos votos, enquanto Kalil ficou com 26,56%.

Kalil é ex-presidente do Clube Atlético Mineiro e encarnou na campanha o "anti-político". Leite também tem relação com o clube, do qual foi goleiro por 12 anos. Além disso, foi vereador em Belo Horizonte entre 1993 e 1994 e é deputado estadual há seis mandatos consecutivos pelo PSDB. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Atual prefeito derrotado
Divulgação/Montagem UOL
O engenheiro e ex-ministro Rafael Greca (PMN) e o deputado estadual Ney Leprevost (PSD) vão disputar o segundo turno na eleição municipal de Curitiba. Com isso, o advogado e atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), perdeu a chance de comandar a capital paranaense por mais quatro anos.

Greca obteve 38,4% dos votos válidos contra 23,7% de Leprevost. O primeiro colocado diz que a expectativa é "vencer para voltar a servir a Curitiba". Já Leprevost declarou que espera contar com o apoio de quem votou nos demais candidatos para vencer a eleição. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Disputa gaúcha
Arte UOL
O atual vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (PMDB), e o deputado federal Nelson Marchezan Júnior (PSDB) vão disputar o segundo turno da eleição para a prefeitura da capital gaúcha. Marchezan somou 29,84% dos votos válidos, contra 25,93% de Melo.

Melo e Marchezan lideraram as últimas semanas de campanha e ultrapassaram os dois candidatos de esquerda que iniciaram a disputa na ponta, Raul Pont (PT) e Luciana Genro (PSOL). Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Prefeito contra ex-prefeito
Reprodução/Facebook
O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), ficou com 49,34% dos votos e vai para o segundo turno com o ex-prefeito João Paulo (PT), que ficou com 23,76%.

Os adversários começaram a campanha tecnicamente empatados. Geraldo Julio contou com a máquina pública e o maior tempo de TV. Já o desempenho de João Paulo foi influenciado pela realidade atual do PT, durante a investigação da Lava Jato e logo após o impeachment de Dilma Rousseff. O candidato chegou a sofrer uma tentativa de agressão. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Reeleito na Bahia
João Alvarez/Fotoarena/Estadão Conteúdo
O prefeito ACM Neto (DEM) confirmou o favoritismo e foi reeleito em Salvador no primeiro turno, com 73,99% dos votos. Ancorado em uma aliança com 14 partidos, Neto sai fortalecido das urnas e deve disputar o governo da Bahia em 2018.

O prefeito venceu a candidata Alice Portugal (PCdoB), que teve 14,56% dos votos. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
"Gol de honra"
Divulgação
O PT venceu apenas em Rio Branco, no Acre, entre as 26 capitais nas eleições municipais ocorridas neste domingo. O petista Marcus Alexandre foi reeleito com 54,9% dos votos.

Ele tem 39 anos, é formado em engenharia pela Universidade de São Paulo (USP) e foi apoiado pelo governador do Estado, Tião Viana (PT). Alexandre nasceu em Ribeirão Preto (SP) e foi para o Acre em 1999, onde assumiu cargos no governo local. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Vencedores e vencidos
Reprodução/twitter.com/Dep_Guimaraes
O ex-presidente Lula procurou usar a influência que tem no Nordeste para ajudar os candidatos do PT na região, mas o partido só vai ao segundo turno em 1 das 5 capitais onde lançou candidatos. A derrota do PMDB no Rio de Janeiro também representa um revés para o partido do presidente Michel Temer, que administrava a cidade.

Por outro lado, a eleição de Doria em São Paulo no primeiro turno beneficia diretamente Geraldo Alckmin, que apadrinhou a candidatura mesmo contrariando parte do PSDB. O futuro prefeito, aliás, aproveitou o discurso da vitória para lançar o governador paulista à Presidência, em 2018. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Recorde no Legislativo
Marcello Fim 2.out.2016/ Framephoto/ Estadão Conteúdo
Eleito em São Paulo, Eduardo Suplicy (PT) foi o vereador mais votado na capital em 12 anos. O candidato a vereador pelo PT acumulou 301.397 votos, ou 5,62% do total de votos válidos (desconsiderados brancos e nulos).

Até então, o vereador mais bem votado de São Paulo havia sido José Aníbal (PSDB), que, em 2004, foi eleito vereador pelo PSDB com 2,79% do total dos votos válidos, ou 165.880 votos. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
Após assassinato
Sergio RS Rocha
O candidato Zé Antônio (PTB) venceu a eleição no município de Itumbiara (GO), onde há uma semana foi assassinado o candidato líder nas pesquisas, Zé Gomes. No atentado, o vice-governador José Eliton foi atingido, e sobreviveu.

Zé Antônio foi eleito com 67,27% dos votos válidos. O segundo colocado, Alvaro Guimarães (PR), obteve 26,15%. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, a candidatura de Zé Antônio está pendente de julgamento e aprovação do TRE. Leia mais
Compartilhar no   Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
PATROCINADO POR:
Moderninha
Baixe o aplicativo UOL:   Apple Store Google Play
UOL Facebook Twitter Pinterest Instagram Snapchat: @uoloficial
Se deseja cancelar o recebimento da newsletter do Giro UOL, clique aqui.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge