Eu vivo lendo

Conteúdo Recomendado

Eu vivo lendo


Até logo Lady Gaga! Olá, Joanne

Posted: 21 Oct 2016 01:41 PM PDT




Lady Gaga dispensa apresentação. Foi lá em 2009 que a voz de "Just Dance" chocou o mundo e trouxe inúmeros hits para as pistas de dança. Diferente de outras cantoras pop, Gaga nunca chamou a atenção apenas por sua música e seus visuais extravagantes. Notava-se, desde o início, um potencial ainda maior, escondido em toneladas de maquiagem e produção exacerbada.

Depois de três álbuns sucedidos comercialmente, a estrela ainda não estava satisfeita. Lady Gaga não se contentava apenas por ser um dos nomes mais conhecidos do mundo. Ela queria – talvez ainda queira, se comparar a lendas como Michael Jackson, Madonna e Britney Spears, eis que surge 'Artpop', o possível melhor trabalho da cantora, mas que não se saiu tão bem como os trabalhos anteriores. Assim como as lendas que a inspiram, sua carreira começou a declinar por sequências de escolhas mal feitas e problemas pessoais e físicos que se tornavam cada vez maiores. Muitos temiam pelo pior… Seria o fim da estrela Pop?

Depois de uma fase ruim, uma escolha foi feita, e surgiu êxito. Gaga decidiu voltar as raízes (a da boa e velha música) e se juntar a 'Tony Bennett' (ganhador de mais de 10 Grammys) para compor um álbum de jazz. Soou estranho e até equivocado na época. Milhares de pessoas, que se diziam fãs, abandonaram a estrela, mas o que ninguém esperava, é que esse tempo "fora" da mídia renderia a Gaga o melhor momento de sua carreira. Vamos falar de Joanne?

1. Diamond Heart


Uma música surpreendente! É raivosa, sagaz e poética. Gaga deixa claro que, quando se trata de feminismo, ela sempre se pronunciará. A melodia é interessante e aproxima a música de, quem sabe, ser trabalhada como single no futuro. Uma boa música para abrir o registro e uma faixa nada presunçosa.

2. A-YO

"Alô galera de peão, alô galera de cowboy". Não bastava a inspiração no Molejo, agora Gaga trás uma homenagem ao hit country brasileiro, haha! A-Yo é irresistível. A música em si é um convite para deixar tudo de lado e se jogar na dança. É a faixa mais divertida e dançante do álbum, e apesar de nada previsível, pode se tornar um hit se bem trabalhada. Uma das minhas favoritas, sem dúvida.

3. Joanne

Indiscutivelmente a melhor música do registro e uma das melhores de Lady Gaga. Joanne, faixa homônima do disco, é delicada, e emociona desde a 1° audição. Aqui, Gaga pede para que sua tia querida, Joanne, não a deixe. É um pedido a morte! Lady Gaga nunca soou tão sincera e talentosa quanto nesta faixa. Além do que, pode ser interpretada como uma metáfora, já que a cantora também carrega Joanne em sua certidão de nascimento. Será uma despedida ao seu alter ego que a deixou tão famosa? Uma música que lembrou-me de meu avô já falecido e tocou meu coração. Ficará comigo durante muito tempo. 

4. John Wayne

John Wayne é bem produzida. Seduz de primeira e mostra o amor de Gaga ao country e suas vertentes. O início da música é minha parte favorita. É uma faixa bem cantora teen, mas madura. Se é que você me entende… A clássica música sobre um homem que todas querem, mas nenhuma tem. Está no meu TOP 5 do álbum.

5. Dancin' In Circles

Sussurrada quase do início ao fim, essa é surpreendentemente, a favorita de muitos admiradores de Gaga. Polêmica do início ao fim, a faixa faz alusão clara a masturbação e realiza um jogo de palavras que, para alguns mais sensíveis, pode ser taxado como mau gosto. Pra mim? Uma letra interessante no que se propõe, e nada mais. Não a vejo como single.

Perfect Illusion

Tenho raiva dessa música! Raiva, porque ela poderia ter sido incrível, mas acabou não sendo. Seu início é empolgante e, assim como a raivosa guitarra, o ouvinte é levado ao delírio pela nostalgia iminente. O problema, é que o refrão chega cedo demais, e a partir de então, só gritaria e parte soltas que se assemelham a demos. Talvez tenha ido com a cara da música nos primeiros dias devido a esse início promissor, mas depois de uns dias... Passo!

Million Reasons

Depois de Joanne, é a faixa mais delicada do álbum. A letra, apesar de simples e um pouco repetitiva, denota todo o amor que uma pessoa é capaz de sentir por outra. "I've got a hundred million reasons to walk away. But baby, I just need one good one to stay" Está no TOP 5 das minhas faixas favoritas e sem dúvida merecia ser trabalhada.

Sinner's Prayer

Uma faixa que passa despercebida! De todas com apelo country, essa é a que mais se enquadra no gênero. Passa longe de ter a pegada gostosa de A-YO, mas não soa tão superficial quanto John Wayne; Não é muito boa de qualquer jeito...

Come to Mama

A maioria da crítica nomeou 'Come to Mama' como um filho do jazz que deu errado. E eu, definitivamente, não concordo. A música é envolvente, dançante e possui uma carga bem pop, que tem êxito perante seu objetivo. Se for single tem grandes chances de aumentar a lista de hits de Joanne – ops, Lady Gaga.

Hey Girl (feat. Florence Welch)

A música mais esperada do álbum não alcançou minhas expectativas, mas merece um pouco da sua atenção. É claramente feminista, o que já conta pontos para a faixa. O problema é que, ao oposto da letra, a melodia é devagar demais, desanimando todos aqueles que esperavam uma música explosiva – afinal, estamos falando de duas cantoras com talento vocal inquestionável. Passa longe de alcançar a grandeza de Telephone. Mas ok, isso aí nenhum feat conseguirá tão cedo.

Angel Down

A favorita de muita gente. Angel Down, destaque do álbum, talvez seja a música mais melancólica de todo o registro. Aqui, não só a letra e a melodia se fazem notar. Preste atenção na interpretação de Gaga. ARREPIA! Não me tornei fã da faixa de primeira, mas ultimamente venho executando-a cada vez mais em meu celular. Só não digo que é a melhor, pois Joanne existe, mas escute-a com calma e saboreei a beleza da música, ok?  

Joanne não é o melhor trabalho de Lady Gaga, mas indiscutivelmente, é seu álbum mais dedicado e pessoal. Tenho a impressão que Stefani Joanne Angelina Germanotta (nome verdadeiro da cantora) nunca pôde ser aquilo que realmente queria. Ela era um produto de sua gravadora e à medida que o estrondoso sucesso foi chegando a vontade de alçar vôos sozinha, também.

Despeço-me de Joanne com a certeza que ouvi um trabalho feito arduamente. Lady Gaga se concretiza de vez como uma artista versátil, talentosa e marcante. Uma cantora que ainda irá surpreender e imprimir de vez sua marca no mundo da música.

NOTA: 3,5 DE 5 ESTRELAS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge