Burn Book

Conteúdo Recomendado

Burn Book


Os Cavaleiros do Zodíaco completam 30 anos de existência nesse Dia das Crianças!

Posted: 12 Oct 2016 10:09 AM PDT

 

Há longínquos 30 anos, no dia 11 de outubro de 1986, um sábado, às 19h, Os Cavaleiros do Zodíaco estreavam no Japão, na TV Asahi. Este é o primeiro pôster oficial do anime. Obrigado aos envolvidos por tudo que essa epopeia me ensinou! Por Atena, sempre!

14650670_1160108630723223_6777571646061356565_n

Texto de Tom de Oliveira / Qual Cavaleiro do Zodíaco você é?

The post Os Cavaleiros do Zodíaco completam 30 anos de existência nesse Dia das Crianças! appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Game of Thrones escala mais dois atores para sua penúltima temporada

Posted: 12 Oct 2016 07:58 AM PDT

A 7° temporada de Game of Thrones chegará em 2017 e mais dois nomes se juntaram para completar uma das maiores produções da televisão que está chegando ao seu fim. Os atores são Joseph Quinn e Paul Ward, que embora não sejam muito conhecidos tem em seus currículos séries como VikingsPenny DreadfulDickensian.

Ainda não temos muitos detalhes de quem serão os novos atores, apenas que Joseph será um homem chamado Koner.

p03fth2n

A penúltima temporada de Game of Thrones vai demorar um pouco mais para chegar, comparada as outras, mas com certeza a espera vai valer a pena. Além de vermos o confronto iminente entre Cersei Lannister (Lena Headey) e Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), além de vermos o reinado do Rei do Norte Jon Snow (Kit Harington) e sua batalha contra contra os Caminhantes Brancos.

The post Game of Thrones escala mais dois atores para sua penúltima temporada appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Oh my Venus | Crítica do dorama

Posted: 12 Oct 2016 06:30 AM PDT

Poder Plus size em todos os lugares, mas sem perder de vista a saúde

Não é de hoje que temos acompanhado lançamentos dos mais variados tipos que visam uma mulher fora dos padrões magros de ser, valorizando seu corpo e mostrando que não é necessário ser magra para ser bonita, amada e estar de bem com a vida pessoal, amorosa e profissionalmente.

É uma crescente que não pode ser ignorada por inúmeros motivos, principalmente a discriminação, pois bem sabemos como as pessoas podem ser cruéis com os mais fofinhos e o quanto isso pode afetar a vida de uma pessoa. Assim é claro que fiquei muito satisfeita e curiosa quando vi que a protagonista do dorama Oh my Venus é uma mulher que está acima do peso, afinal pensem comigo, o estereótipo coreano é bem magro não é mesmo? Então vamos ver como isso acontece!

Joo Eun (Shin Min Ah) em sua época de colegial era ovacionada como a Venus de sua região, ela era a mais popular entre os rapazes e ninguém questionava sua beleza, tanto que ela conseguiu fisgar o coração de Im Woo Sik (Jung Gyu Woon) um famoso nadador nacional por 15 anos, mas agora ela percebe que a vida não seguiu como ela tinha sonhado mais de uma década atrás.

Ela está acima do peso, o trabalho dos seus sonhos – ser uma advogada que defende quem não pode – nem chega perto de ser tão glamoroso como ela pensava e seu namoro não vai bem, na verdade ele está desmoronando, pois Im Woo Sik decide terminar com ela no dia do aniversário do casal.

E como todo problema na vida, que nunca parece vir sozinho, Joo Eun além de estar sofrendo com o término, acaba desmaiando e sendo socorrida por um desconhecido que além de levá-la ao hospital, descobrir que ela tem um grave problema na tireoide, a ajuda na chuva quando ela está sendo perseguida e ainda por cima vê junto dela que o principal motivo de seu namoro ter acabado é outra mulher, uma mulher incrivelmente linda e magra que faz com que Joo Eun olhe para si e se pergunte o que anda fazendo da vida.

Coincidentemente acaba que o homem que a socorre, Kim Yeong Ho (So Ji Sub), é um famoso personal trainer nos EUA que voltou para a Coreia por estar envolvido num escândalo e está tentando manter em segredo sua identidade civil, Joo Eun sabe disso e irá usar todo o seu charme para fazer com que ele a transforme novamente na sua versão de antigamente, pois agora é uma questão de honra voltar a sua boa forma.

Com certeza um dos dramas mais engraçados – apesar que eu tenho visto muitos dramas não tão engraçados assim – que vi esse ano, todos os protagonistas, mesmo aqueles que são quase secundários tem destaque em suas posições e conseguiram me conquistar sem qualquer reserva da minha parte.

Mas o que me ganhou de fato foi como as coisas foram abordadas no drama, como o clichê Ugly Betty foi retratado de maneira tão nova e gostosa, afinal Yeong Ho não concorda em ajudar Joo Eun por ela querer voltar a ser bonita, ela está bonita assim, ela precisa emagrecer por motivos médicos que envolvem sua boa saúde e assim Yeong Ho começa uma série de exercícios e dietas para que ela perca peso de forma saudável e consciente, deixando bem claro os riscos de uma dieta inconsequente.

Não posso deixar de citar todo o drama envolvendo a família e passado complicado de Yeong Ho, o qual não citarei para não estragar o clima que vocês descobrirão por si só, nem de citar o trio termina que é composto por Yeong Ho,  Jang Joon Seong (Sung Hoon) e Kim Ji Woong (Henry), que vamos convir dão todo um ar mais relaxado a algumas situações e cenas dramáticas e passados pesados. É muito fofo ver a relação que eles criam entre si e comprovar como eles estão sempre ali uns para os outros, ver como algumas vezes os laços de vida superam até mesmo os laços de sangue.

Entretanto o destaque vai para o casal principal que nos encanta com um romance sólido, cômico e adulto que trás ao fim algumas surpresas gostosas de vermos, sem deixar de lado todos os outros e seus problemas, não focando totalmente neles e assim nos dando uma boa visão de tudo o que está acontecendo.

Com certeza uma das comédias românticas favoritas desse ano, com uma temática nova, personagens cativantes, um enredo que não deixa a desejar ao tema, cenas que promovem diversas emoções e muitos surtos de fofura que eu mais que recomendo.

O que me dizem? Vocês podem assistir no DramaFever e no Viki galerinha!

The post Oh my Venus | Crítica do dorama appeared first on Burn Book - Sua fonte de literatura, cinema e entretenimento!.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge