Fome de Livros

Conteúdo Recomendado

Fome de Livros


Resenha - Um Mundo Melhor

Posted: 18 Aug 2016 03:20 PM PDT


Resenha feita pela Maay!  
Título: Um Mundo Melhor
Título Original: A Better World
Série: Brilhantes
1- Brilhantes (2015)
2- Um Mundo Melhor (2016) 
3- Written in Fire (2016 US) 
Autor: Marcus Sakey
Editora: Galera
Páginas: 420
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva 

Pelo amor de deus, leiam esse livro (e comentem comigo)!
P.S.: Essa resenha não contém spoilers do primeiro livro.


Sinopse: Pessoas com poderes especiais numa trama que envolve conspiração, política e terrorismo. O aguardado segundo volume da série Brilhantes. Nick Cooper lutou para que os brilhantes, parcela da população dotada de habilidades incomuns, fossem aceitos e integrados na sociedade até uma rede terrorista, liderada por brilhantes, atingir três cidades e deixar o país à beira de uma guerra civil. Cooper é brilhante e agora também consultor do presidente dos Estados Unidos, e contra tudo o que os terroristas representam. Porém, conforme o país descamba para o caos, ele se vê forçado a participar de um jogo que não aceita perdedores, pois seus oponentes têm uma visão particular de um mundo melhor. 

A Trama: Se Brilhantes teve um início morno, Um Mundo Melhor começa pegando fogo - literalmente -, e permanecesse assim até sua última página. E minha vontade era escrever uma resenha inteira de OMG! (com a voz da Janice, é claro), porque não tem como descrever de outra forma a obra prima que Marcus Sakey conseguiu criar. 
A cada página as coisas mudam completamente, o livro tem um turbilhão de informações e reviravoltas que você simplesmente não consegue parar para respirar, porque respirar faria você perder tempo e não vale a pena quando a necessidade de saber o que vai acontecer na próxima página é ridiculamente imensa. 
Enfim... Na época em que postamos a resenha do primeiro livro me perguntaram porque a nota não era 50, e agora eu respondo: porque Sakey poderia se superar. E foi o que ele fez, brilhantemente. 


O ProtagonistaCooper amadureceu muito nesse segundo livro. O agente secreto com uma visão idealista (e irreal) do mundo desapareceu, e o que temos aqui é um homem forte, mas humano, lutando pela segurança de sua família. Foi muito bonito ver essa mudança no personagem, e ela acabou fazendo com que ele me conquistasse ainda mais.

Os Personagens Secundários: Temos novos e ótimos personagens introduzidos na história, e também tivemos a oportunidade de conhecer mais a fundo alguns daqueles que foram apresentados no primeiro livro. Mas, mais uma vez, Shannon é a que arrebatou meu coração. 
Se fosse para eu encontrar um ponto negativo na história, é que ela aparece muito pouco nesse segundo volume. Porém, quando ela aparece é tão intenso, tão significativo, que compensa sua ausência. Ela é a vida da história - não tem outra forma de descrever.

Capa, Diagramação e Escrita: Mais uma vez a Galera sambou na cara das inimigas (brincadeira, hahaha). Mas não tem o que falar dessa capa maravilhosa. Procurem as outras versões e depois me digam se a capa nacional não é infinitamente superior. 
A narrativa foi um pouco diferente nesse livro, e não tivemos apenas o ponto de vista de Cooper, mas também o de Shannon <3, e Ethan, um novo personagem que também é extraordinário. 
A escrita de Sakey é única, as páginas fluíram de uma forma tão natural, que quando me dei conta o livro acabou e meu deus, eu precisava de mais, muito mais. 

ConcluindoLevando em conta o quanto amei Brilhantes, é óbvio que eu esperava muito dessa continuação. O que jamais imaginei é que Marcus Sakey não apenas atingiria minhas expectativas já astronômicas, ele as superaria (e muito). Esse livro é fantástico. E apenas lendo vocês vão entender que fantástico ainda é pouco para descrevê-lo. 
E para quem talvez faça cara feia por se tratar de uma trilogia (pelo menos por enquanto), eu sou a maluca dos livros únicos e gente, pelo amor de deus, saiam daqui e vão ler esse livro agora! Dizer que a leitura vale a pena não é suficiente.
Por fim, quero esclarecer que eu estava num dilema muito forte sobre a nota. É extremamente injusto dar menos que 50 para essa história, mas ao mesmo tempo, tenho um certo medo de Written in Fire ser ainda melhor e eu não ter uma nota maior para ele. Mas vou assumir o risco (quem sabe criamos um 52 inédito mais para a frente né? haha). 

Quotes:
- Agora é com você, Nick. - Clay voltou-se para Cooper - É melhor que consiga. 
O presidente era muito gentil para acrescentar a próxima frase implícita, mas, na cabeça de Cooper, a voz de Drew Peters completou a sentença para ele.
Porque, se você não conseguir, o mundo vai pegar fogo. 

Classificação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge