Fome de Livros

Conteúdo Recomendado

Fome de Livros


Resenha - The Kiss of Deception

Posted: 13 Jul 2016 04:00 PM PDT

Resenha feita pela Tay!
Título: The Kiss of Deception

Título Original: The Kiss of Deception
Série: Crônicas de Amor e Ódio
1- The Kiss of Deception
2- The Heart of Betrayal (2015 US)
3- The Beauty In Darkness (2016 US)
Autora: Mary E. Pearson
Editora: DarkSide Books
Páginas: 406
Ano: 2016
Saiba mais: Skoob
Comprar: 
Amazon // Saraiva // Submarino

Sinopse
Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?
Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.
O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.

A Trama: O plot principal da história todo mundo já sabe: Lia está presa a um casamento arranjado que ela não deseja, por isso decide fugir, indo parar em um pequeno vilarejo, em busca da sua liberdade. Pouco tempo depois, dois homens misteriosos surgem em Terravin, o que Lia não sabe é que um deles é o príncipe com quem deveria ter se casado, e o outro um assassino enviado pelo reino inimigo para matá-la. Ao longo da leitura, nós também não sabemos quem é o príncipe e quem é o assassino, e eu gostei bastante dessa dinâmica. Eu fui uma das pessoas que caiu na trama da autora, eu estava errada o tempo todo sobre quem seria quem. O início pode parecer um pouco lento, porque vamos nos acostumando àquela rotina de Lia, mas um pouco depois da metade, a história dá uma guinada e conseguimos ver realmente para que o livro veio, somos tirados daquela comodidade do vilarejo e jogados em um cenário onde não sabemos o que pode acontecer, para o bem ou para o mal. Sobre o sistema de magia, conhecemos muito pouco sobre ele nesse volume, mas do que conseguimos descobrir, dá para perceber que será bem interessante (e já dá vontade de ver a Lia toda destruidora), então espero que isso tenha mais espaço no próximo volume.

A Protagonista: Eu adorei Lia! Ela se desenvolveu bastante ao longo do livro, e olha que desde o início ela já é bem afiada e destemida. Ela era apenas uma princesa fugitiva que queria viver uma vida simples, onde ela poderia se apaixonar e não ser forçada a nada que não quisesse. Por acreditar piamente que conseguiria viver essa vida, Lia pode até parecer um pouco ingênua. Mas depois do plot twist, muitas coisas acontecem com ela, fazendo com que não tenha alternativas a não ser se "endurecer" mais para tentar sobreviver o melhor que puder. Comparando a Lia do início e a do final do livro, conseguimos perceber o quanto ela amadureceu - e tenho certeza que vai crescer ainda mais com o passar da história.

Personagens Secundários: Me apaixonei por Rafe desde o começo, mesmo que ele tenha um jeito mais duro. É daquele tipo de personagem que demonstra seus sentimentos apenas para pessoas especiais, e eu até gosto disso (quando o autor consegue fazer isso bem, sem transformar o cara em um chato turrão). Demorei um pouco para gostar de Kaden. No início ele é um pouco entediante e inconveniente, mas depois se torna um personagem bem interessante e que me deixou com dúvidas enormes sobre quem eu prefiro (ele ou Rafe) e até o momento eu não faço ideia, os dois são maravilhosos. Vi muita gente dizendo que não há triângulo amoroso, porque Lia faz sua escolha desde o início. Eu concordo que não há triângulo nesse livro, porque não há como negar que vai haver. Mesmo que ela tenha escolhido um deles, é nítido no decorrer da história que ela tem sentimentos fortes pelo outro. Não estou reclamando, porque eu gosto de triângulos amorosos quando são feitos bem, e esse aqui vai ser um dos bons (quando nem o leitor consegue se decidir, é completamente compreensível a protagonista também estar em conflito, né?!). Eu amei o elenco feminino do livro! Pauline, que trabalhava no castelo e fugiu com Lia, é adorável. Um pouco ingênua, mas podemos perceber que é forte e esperta. Berdi é como uma figura materna e eu adorei sua proteção para com as meninas. Gwyneth tinha tudo para a autora transformá-la na vilãzinha (sabe a bitch? então), mas adorei que, ao invés disso, ela também era uma ótima amiga (e com um passado duvidoso). Foi super girl power a autora não sentir a necessidade de incluir uma personagem feminina má só para criar intriga com a protagonista por causa de homem.


Capa, Diagramação e Escrita: Essa edição é toda maravilhosa! A capa é linda, a diagramação mais ainda, com mapas e detalhes especiais nos início de capítulos, além de possuir um marcador de cetim que dá um charme a mais. A escrita da autora é muito deliciosa e fluida, daquelas que você começa a ler e não quer mais largar (juro, em um dia eu li mais de 300 páginas sem querer parar nem um segundo e ainda chorei por mais quando o livro acabou). 

Concluindo: Terminei esse livro já querendo ter The Heart of Betrayal em mãos e começar a ler imediatamente. A história é muito viciante, além de evoluir bastante até chegar ao final. Para quem gosta de livros de fantasia com romance, isso aqui é um prato cheio. É sério, parem tudo o que estão fazendo e vão ler esse livro!

Quotes:
"(...) palavras duras vindas de uma jovem mulher como você, em oposição àquelas vindas de uma velha como eu, provavelmente farão com que seus egos ardam em chamas, em vez de domá-los. Você precisa tomar cuidado. (...)"

Os olhos dele se estreitaram como se ele estivesse contemplando a gravidade do imperdoável. Era isso que eu tanto amava e tanto odiava em (...): ele me desafiava em tudo que eu dizia, mas também me ouvia com atenção. Ele me dava ouvidos como se todas as palavras que eu dissesse fossem importantes.

(...) não é bom viver no talvez. O talvez pode ser distorcido e transformado em coisas que nunca existiram de verdade. (...)

(...) "As verdades do mundo desejam ser conhecidas, mas elas não se forçam sobre a gente como as mentiras fazem. Elas vão nos cortejar, sussurrar para nós, brincas por trás de nossas pálpebras, deslizar para dentro de nós e aquecer nosso sangue, dançar ao longo de nossas colunas e acariciar nossos pescoços até que a pele fique toda arrepiada."

Classificação:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge