Garotas e Livros

Conteúdo Recomendado

Garotas e Livros


[+18] A garota do calendário - Janeiro | Audrey Carlan

Posted: 07 Jun 2016 10:36 AM PDT



Uma das maiores apostas do ano, A garota do calendário vem e cumpre o que prometeu. A Verus traz, ainda este mês, os dois primeiros volumes dessa série de doze livros que promete te prender ao livro e só soltar quando realmente acabar. Não se preocupe, a leitura dura apenas umas poucas horas. É aquele livro que você lê em uma "sentada", de tão convidativo e fluído que é o enredo. Uma história totalmente sensual que vai te prender do começo ao fim.

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.





Título original: Calendar Girl - January
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus
Ano: 2016 (20 de junho)
Páginas: ---

Primeira frase do livro:
"Amor verdadeiro não existe."


O que mais fazer quando seu pai tem uma dívida de um milhão com um agiota e você não tem como pagar? Quando a pessoa que você mais ama no mundo se envolve em algo que atinge toda sua família e só você pode resolver isso? Ter uma tia que agencia acompanhantes de luxo pode ser uma solução, e é o que Mia Saunders arrisca fazer. Para conseguir quitar a dívida do pai, ela terá que trabalhar como acompanhante. Um mês com cada cliente, e ela deve atendê-lo, estar sempre bonita e pronta para o que o cliente desejar. Mas importante: sexo não está incluso. A não ser que ela queira, e ainda ganhará uma grana extra por isso. Não estava nos planos de Mia prestar esse tipo de serviço. Ela quer ser atriz, quer continuar fazendo audições e pegar papeis para alcançar o seu sonho. Trabalha duro para isso, mas precisa de grana fácil e rápida para ajudar o seu pai. Então, ela consegue seu primeiro cliente, Weston Charles Channing III. Wes.

"Eu estava usando meias com motivos natalinos. As meias listradas, vermelhas e verdes, compridas até os joelhos, me encararam, provando que eu tinha cometido um suicídio fashion. Sem falar que eu estava certa de que tinha acabado de quebrar uma das regras de Millie para as acompanhantes, já que estava usando peças terrivelmente feias."

Se tem pegação? TEM. Tem sensualidade? Nossa, muita! Mia não sabia que se privar de sexo pudesse ser tão difícil, mas ao olhar para seu cliente ela vê que está bem encrecada. Mas vocês tem que conhecer o Wes! Um cara lindo, surfista, roteirista, sexy, divertido, bonito, sexy, charmoso, eu já falei sexy? Wes é o tipo do cara que não pode se relacionar com ninguém no momento, mais pela falta de tempo de se dedicar a uma pessoa. Mas compromissos com seu novo trabalho exigiu que sua mãe escolhesse uma acompanhante para que o filho não fosse tão assediado por piriguetes no extenso mês de reuniões e encontros do qual ele participaria. Mia seria, basicamente, um repelente das interesseiras de plantão. Mas não dava pra fechar os olhos e não enxergar o pedaço de mal caminho que era aquele homem. Mia não deixa a desejar, ela é linda. Alta, cabelos negros e pesados, corpo cheio de curvas perfeitas, anda numa moto de jeans, bota e jaqueta de couro. Entende agora porque as coisas podem entrar em ebulição?


"— Venha aqui. — Sua voz era profunda e tensa. o tom descontraído de antes, de quando nos conhecemos e do coquetel desta noite, desaparecera. Em seu lugar havia controle, desejo e luxúria. Minhas três coisas favoritas."

Mia tem personalidade e senso de humor, além de uma mente aberta para relacionamentos estabelecidos com regras que não devem ser quebradas com o cliente. Ela e Wes tem um mês para se conhecer enquanto trabalham. Ele em seu projeto e reuniões, ela atua ~ quase sempre ~ como a Barbie que foi contratada pra ser, só que nem tão Barbie assim. É um livro divertido e muito sensual. É impossível tirar o sorriso do rosto enquanto se lê e já ficamos tristes quando o mês vai acabando e ela tem seu próximo cliente. Mas daí você lê o primeiro capítulo do próximo livre e fica tudo bem! hahaha

"[...] Cara, eu estava em apuros. Nem tinha deixado Wes e já estava babando pelo próximo cara da fila. Eu era uma puta."

É um livro leve, sexy e divertido. Não espere nada profundo, reflexivo ou dramático. Uma história para ler numa tarde tranquila ou passar a noite muito bem acompanhada com o primeiro cliente da Mia. A vida dela é simples e seus desejos são tranquilos. Ela vai conhecendo um pouco da vida de seu cliente e com ele, vivendo um pouco para si mesma, já que teve que criar a irmã desde pequena e nunca se deu oportunidade de fato de ter mais tempo pra si. Adorei a leitura e fiquei na torcida pra que houvesse um romance mesmo entre eles, mas se cada livro a autora colocar um cara perfeito assim, me pergunto como vou conseguir escolher um no final! Que venha o próximo livro, Fevereiro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge