Eu vivo lendo

Conteúdo Recomendado

Eu vivo lendo


[Especial Oscar 2016 - #1] Mad Max: Estrada da Fúria

Posted: 01 Feb 2016 07:39 AM PST

Mad Max: Estrada da Fúria
A franquia de George Miller sempre foi querida pelos fãs de cinema. Mad Max foi marca de cenas de ação inesquecíveis e, é claro, Mel Gibson! Quando Estrada da Fúria foi anunciado todos ficaram apreensivos e com medo do filme, de certa forma, 'estragar' a franquia. E o que aconteceu? O oposto! Mad Max: Estrada da Fúria é, sem dúvida, o melhor filme da franquia e um dos melhores filmes de ação de todos os tempos.
Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max (Tom Hardy) se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) na tentativa se salvar um grupo de garotas. Também tentanto fugir, Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo.

Mad Max já tem seu início marcado por uma cena épica. Immortan Joe (ele me dá medo) está discursando para seus discípulos sobre a falta de água e o plano deles para dominar diversos locais do deserto. O espectador já percebe ali uma crítica tremenda a questão da escassez e desperdício de água. Isso, é lógico, da maneira mais insana possível. Logo após, Max (dessa vez vivido por Tom Hardy) nos é apresentado e após a sua tentativa de fugir das mãos do exército de Immortan Joe, é que a trama tem início e a maluquice começa. E QUE MALUCO ESSE FILME!

Carros turbinados. Guitarras que soltam fogo. Adrenalina. Elementos esses que são incorporados perfeitamente durante todo o filme. Alguns não fazem o menor sentido, mas quem é que liga? Tudo é muito bem arquitetado e funciona bem em meio aquele deserto tão assustador. Os efeitos especiais estão impecáveis e o realismo de tudo aquilo é surpreendentemente submersivo. Eu não consegui desgrudar meus olhos da tela. George Miller já nos ganha nas primeiras sequências do filme e dai pra lá e só coisa boa.


O exército de Immortan Joe é um retrato explícito da nossa atual sociedade. É interessante como o diretor trabalha essa devoção do povo a determinada figura/pessoa. Ele faz uma crítica também ao homem como instrumento e não ser humano em si. Mad Max é muito mais que um filme de ação!

O elenco está ótimo. Todos os atores interpretam com maestria seus personagens e o figurino e a FANTÁSTICA maquiagem complementa todo esse trabalho, mas há alguem que merece um pouco mais de destaque. Charlize Theron está F-A-B-U-L-O-S-A! Eu ainda estou tentando entender como essa mulher não recebeu uma indicação ao Oscar… Charlize interpreta uma personagem fortíssima e que é uma ótima aliada a todos nós, perante a disseminação das ideias feministas no mundo e tudo o que elas representam. Fazia tempo que não via uma personagem feminina tão forte e interpretada de tão boa maneira. Parabéns a Charlize!



A trilha sonora do filme é incrível e extremamente pontual. Ela complementa as cenas de ação de maneira fenomenal. É muito bonito! O poder que essas cenas possuem no espectador é algo admirável. Eu me empolguei assistindo ao filme, da mesma maneira que eu me empolguei praticando algum tipo de esporte. Mad Max desperta reações viscerais e isso é o mais legal de tudo.

Mad Max: Estrada da Fúria é um filme que repete os acertos dos filmes da franquia original e cria outros novos acertos, agora com esta nova fase. É um filme de ação DE VERDADE, que tem muito a oferecer a não ser grandes explosões – mesmo que essas sejam incríveis. Ainda pretendo assistir ao filme diversas vezes e o Bluray com certeza será adquirido por mim. Valeu a pena e vale, sem dúvida, a indicação a Melhor Filme.

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge